text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Criação da UNILA é aprovada por unanimidade no Senado Federal

      

O dia 16 de dezembro de 2009 será um marco para a educação superior federal brasileira. Com a aprovação da criação da Universidade Federal da Integração Latino-Americana a ser instalada na tríplice fronteira da cidade de Foz do Iguaçu, Paraná, o País dá início a um novo processo na política internacional de integração entre as nações da América Latina, apostando na cooperação solidária que, através da educação, deverá auxiliar as comunidades latino-americanas a traçarem soluções conjuntas e comuns para o desenvolvimento regional sustentável.

O processo de aprovação do Projeto de Lei 2878/08 que tramitava há dois anos, assinado pelo Presidente Lula em 12 de dezembro de 2007, foi emocionante e de unânime acolhida entre deputados e senadores de todos os partidos das Comissões pelas quais passou na Câmara de Deputados e no Senado Federal.

Em comunicado encaminhado pelo presidente da Comissão de Implantação da UNILA e futuro reitor da instituição, professor Hélgio Trindade, à equipe de trabalho que o auxiliou a transformar a "utopia em realidade", como ele costuma referir, descreveu o momento histórico vivenciado no Parlamento Nacional, nesta quarta-feira (16):

"Acabo de ter a grande emoção de assistir, ao vivo e a cores, da tribuna do Senado, a aprovação da Unila, por unanimidade, no plenário do Senado. O apoio foi total de todos os partidos e senadores, sem exceção. Pude entrar no hemiciclo e agradecer o apoio incondicional dos senadores por este resultado quase inesperado num final de ano legislativo. Encerra-se, assim, o ciclo de tramitação de dois anos pelo Congresso Nacional e agora falta apenas a sanção presidencial".

Na Casa, senadores de diferentes partidos manifestaram no plenário a expectativa com o projeto que promete fortificar o bloco regional e abrir novas perspectivas no campo educativo e da união regional. "? importante que o Mercosul se consolide e que diminuam as assimetrias entre os países da Região", declarou a senadora Marisa Serrano (PSDB-MS), presidente da Comissão de Educação do Senado. O senador Aloizio Mercadante (PT-SP), líder do PT e do Bloco de Apoio ao Governo, agradeceu a acolhida dos colegas à matéria e salientou "este é um grande projeto que mudará a história da América Latina e a iniciativa contribuirá para o pensamento a respeito da integração regional". Em pronunciamento, o senador José Agripino (DEM-RN), relator do projeto na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, disse considerar a matéria meritória e que ela vai preencher uma lacuna no campo educativo. "Meu voto é entusiasticamente favorável. Essa é uma iniciativa de futuro, pois trata a base que é a educação", enfatizou.

O professor Hélgio Trindade agradeceu o apoio incondicional que recebeu durante o processo de implantação da instituição de parceiros-chave: a Universidade Federal do Paraná (UFPR), tutora da UNILA; a Itaipu Binacional, que tem acolhido as atividades acadêmicas iniciais; e o Parque Tecnológico de Itaipu (PTI), onde já está instalada a sede temporária da futura Universidade. "Agora iniciaremos, em 2010, uma nova etapa com responsabilidades e exigências crescentes e vamos precisar do apoio de todos os que já estão engajados e irão se incorporar na nova universidade, que deixou de ser uma ficção legal e tornou-se uma realidade institucional de porte latino-americano", anuncia.

Fonte: Assessoria de Comunicação da UNILA

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.