text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Lula sanciona lei de criação da Unila

      

A lei que cria a Unila (Universidade Federal da Integração Latino-Americana) foi sancionada nessa terça-feira, 12 de janeiro, em Brasília, pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. A proposta da universidade é apoiar o desenvolvimento sustentável e promover a integração da América Latina.

O campus da Unila ficará em Foz do Iguaçu, no Paraná, em terreno doado pela Usina Hidrelétrica de Itaipu. O projeto de construção, que já está pronto para licitar, tem desenho de arquitetura de Oscar Niemeyer. De acordo com o estatuto, 50% dos alunos serão brasileiros e os outros 50% dos demais países da região. A meta é contar com dez mil alunos em cinco anos. No corpo docente, valerá a mesma proporção de nacionalidades.

O governo prevê que a Unila comece a funcionar ainda em 2010, com mil alunos. Os alunos brasileiros serão selecionados pelo Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Já estudantes de outros países deverão passar por teste, semelhante ao Enem, a ser elaborado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). O primeiro processo seletivo deve ocorrer no segundo semestre de 2010.

O projeto pedagógico, que deve ficar pronto até o final de janeiro, conta com quatro eixos: integração no plano da cultura, das instituições, da biociências e da integração física. Após a conclusão desse projeto, haverá licitação para contratação de professores.

Os primeiros cursos de graduação a serem oferecidos pela Unila serão os de Sociedade, Estado e política na América Latina; História e Direitos Humanos na América Latina; Saúde Coletiva; Geografia, Território e Paisagem na Produção do Espaço; Desenvolvimento Rural e Segurança Alimentar; Comunicação, Poder e Mídias Digitais; Licenciaturas em Ciências da Natureza, Interculturalidade e Integração, Esporte, Meio ambiente e Políticas Sociais, Políticas Linguísticas Latino-Americanas; Ecologia e Biodiversidade, Tecnologia e Engenharia das Energias Renováveis; Engenharia Civil - ênfase em infrãstruturas; Gestão Integrada de Recursos Hídricos; Direito Internacional Comparado; Economia, Integração e Desenvolvimento; Tecnologia e Engenharia das Energias Renováveis; Relações Internacionais e Integração Regional; Educação, Tecnologia e Integração.

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.