text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

CNPq financia pesquisas em combustíveis sólidos

      

O CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), em parceria com a Setec (Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação), financia projetos de processos de produção e conversão aplicados a combustíveis sólidos com foco em biomassa e carvão mineral. Ao todo, serão investidos R$ 7 milhões do FNDCT/CT-Energ (Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico). Prazo para as inscrições segue até o próximo dia 28 de janeiro.

Há oportunidades em duas linhas de pesquisa. A primeira opção beneficiará pesquisas em tecnologias aplicadas a biomassa, incluindo o condicionamento e caracterização de combustíveis, combustão, gaseificação, pirólise, carvoejamento, torrefação e biodigestão.

Já a segunda linha de pesquisa irá beneficiar estudos aplicados ao carvão mineral, com foco na geração termelétrica e no uso siderúrgico, na qual incluirá o estudo da prospecção e exploração mineral, mineração (lavra e beneficiamento), gaseificação, combustão, pirólise, tratamento e aproveitamento de resíduos, recuperação ambiental de áreas mineradas, captura e armazenamento de CO2 .

Cerca de R$ 2 milhões da verba do programa será direcionada para a Linha de Pesquisa 1 - Biomassa e outros R$ 5 milhões para a Linha de Pesquisa 2 - Carvão Mineral. Enquanto cada projeto da Linha 1 tem financiamento máximo de R$ 250 mil, o limite de financiamento na Linha 2 será de R$ 350 mil.

Serão concedidas bolsas nas modalidades de Iniciação Científica e Tecnológica (ITI-A e ITI-B), Mestrado (GM), Doutorado (GD), Pós-Doutorado Júnior (PDJ), Pós Doutorado Empresarial (PDI), Treinamento no Exterior (SPE), Especialista Visitante (EV) e Estágio Sênior (ESN).

Mais informações podem ser obtidas no site do CNPq.

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.