text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Jornalista formado pela Unesp dá dicas aos que vão para o mercado

      

Em visita recente a Bauru e à Unesp, Diogo Pinheiro assustou-se ao ver como sua faculdade mudou. "Na época em que estudava aqui na Unesp, a estrutura era bem precária, não havia tantos laboratórios como tem hoje", comenta. Formado em 1999 pelo curso de Jornalismo da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (FAAC) da Unesp/Bauru, Diogo trabalha há cinco anos em um dos maiores portais de notícias do Brasil, o UOL, e, atualmente, é coordenador do núcleo de vídeos do UOL Notícias.

Diogo lembra-se que "não havia tantos estúdios e aparato técnico para a produção de radiojornais e telejornais?, e que a grade curricular também era diferente. "Os primeiros anos eram mais teóricos; o terceiro e quarto anos eram mais práticos. Hoje o aluno já começa a praticar desde o primeiro ano", comentou.

Como ex-aluno, ele garante que ser formado pela Unesp o ajudou a conseguir um bom emprego. "Fiquei um tempo procurando, mas logo fui chamado para trabalhar na regional da Folha de S. Paulo na cidade de Campinas. Trabalhava como repórter e cobria de tudo ? de futebol à polícia. Todo dia de manhã eu ia tomar um café na Delegacia de Polícia para ver os Boletins de Ocorrências", comenta dando boas risadas.

Diogo foi indicado para trabalhar no UOL em 2004, para cobrir as eleições. Depois trabalhou como vídeo-repórter, sob o comando da jornalista Lilian Witte Fibe, período em que Diogo afirma ter aprendido bastante sobre a profissão. Hoje ele é repórter da editoria de Política e já esteve em Brasília por três meses para acompanhar de perto o caso do "mensalão". Sobre trabalhar em um grande órgão de imprensa, Diogo confessa: "a responsabilidade é grande, a cobrança e a pressão são gigantescas, até pelo jornal ser um dos principais do país. A precisão e a boa apuração das informações são fundamentais".

Para quem está se formando em jornalismo, Diogo deixa a dica: "Não existe mais o jornalista de rádio, o de TV, o de impresso ou o de online: o jornalista deve estar preparado para cobrir conteúdos multimídias, em qualquer editoria que seja. Hoje em dia as mídias estão se complementando".

Fonte: Assessoria de Comunicação da Unesp

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.