text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Produção científica brasileira ultrapassa a da Rússia

      

Levantamento feito pela Thomson Reuters colocou o Brasil à frente da Rússia quanto à produção científica. A pesquisa acompanha os artigos publicados pelos quatro países do BRIC (Brasil, Rússia, Öndia e China) nas 10,5 mil principais revistas científicas do mundo.

De acordo com os dados do instituto de pesquisa, a produção brasileira anual de artigos científicos cresceu, entre 1990 e 2008, de 3.665 para 30.021. A Rússia, por sua vez, manteve-se estável, com 27.605 artigos publicados em 2008 perante 27.603 de 1990.

Com relação à participação da produção brasileira em relação ao resto do mundo, os artigos relacionados a pesquisas com plantas e animais cresceu de 2,62% para 3,91% entre 1998 e 2008. No campo de ciências agrárias, a participação cresceu de 3,07% para 3,72%. Crescimento também foi verificado nas áreas de Microbiologia - de 2,2% para 2,86%; Meio Ambiente e Ecologia - 1,47% para 2,63%; Farmacologia e Toxicologia - 1,65% para 2,55%; Neurociência e comportamento - 1,68% para 2,4%; Imunologia - 1,28% para 2,11%; Ciências Espaciais - 1,95% para 2,08%; e Biologia e Bioquímica - 1,29% para 1,97%. Além disso, a proporção manteve-se estável no campo da Física, com índice de 2,28%.

Para acessar a pesquisa completa, acesse o site da Thomson Reuters, em https://researchanalytics.thomsonreuters.com/grr/. No mesmo site é possível acessar o relatório sobre a produção científica brasileira.

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.