text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

UNIFESP vai preeencher 1.570 vagas com nota do Enem

      

Instituição vai utilizar o Sistema de Seleção Unificada para selecionar alunos de 19 cursos ministrados em São Paulo, Guarulhos, Diadema, São José dos Campos e Baixada Santista

A Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) vai preencher 1.570 vagas em 19 cursos por meio do SiSU (Sistema de Seleção Unificada), que tem como único critério o desempenho do candidato na prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

As oportunidades são para cursos ministrados em cinco campi da instituição em São Paulo, Guarulhos, Diadema, São José dos Campos e Baixada Santista.

O processo seletivo por meio do SiSU será realizado em três etapas, coordenado e gerenciado pelo MEC (Ministério da Educação). Na primeira fase, o candidato poderá inscrever-se a partir desta sexta-feira até o dia 03 de fevereiro pelo site www.sisu.mec.gov.br em uma opção de curso e instituição e o sistema selecionará automaticamente os candidatos melhor classificados em cada curso de acordo com as suas respectivas notas e o número de vagas disponíveis.

O resultado será divulgado no dia 05 de fevereiro. Os alunos selecionados pelo sistema terão um prazo para a confirmação da matrícula na instituição entre os dias 08 e 12 de fevereiro. As vagas eventualmente não ocupadas serão disponibilizadas na etapa seguinte, com inscrições a partir do dia 15.

Critérios de seleção Unifesp
A prova do ENEM / 2009 trará cinco notas diferentes (uma para cada área do conhecimento avaliada e uma para a redação). Para efeito de classificação de ingresso na Unifesp o candidato terá que alcançar em cada uma das provas uma nota mínima, e na nota final será considerada a média aritmética ponderada dessas cinco notas.


Mais informações sobre os cursos oferecidos pela instituição estão disponíveis no site www.vestibular.unifesp.br  e pelo telefone (11) 5576-4244.

Sobre a UNIFESP
Criada em 1933 por um grupo de médicos reunidos em uma sociedade sem fins lucrativos, a Escola Paulista de Medicina (EPM) foi federalizada em 1956 e, em 1994, transformada em Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), primeira universidade especializada em saúde no País, abrigando em seu currículo de graduação os cursos de Medicina, Enfermagem, Fonoaudiologia e Tecnologias Oftálmica e Radiológica.

Em 2005, iniciou-se o projeto de expansão com a criação do campus Baixada Santista. Em 2007, dando seguimento ao processo de ampliação, a Unifesp implantou os campi de Diadema, Guarulhos e São José dos Campos. O ambicioso processo de expansão fez com que a Universidade saltasse de um para cinco campi e de cinco para 26 cursos. Com os novos campi, a Instituição deixou de atuar exclusivamente no campo da saúde, inaugurando cursos nas áreas de humanas (Guarulhos), exatas (São José dos Campos) e Biológicas (Diadema). Atualmente, a Instituição conta com 4.545 alunos matriculados nos cursos de graduação, além de 17.400 nos cursos de pós-graduação e demais programas de especialização, residência, mestrado e doutorado. A Unifesp possui 883 docentes, sendo que 93% possuem título de doutor, um percentual que marca a qualidade de ensino oferecida pela maior universidade federal do País. Em 1940 a universidade, então Escola Paulista de Medicina, inaugurou o Hospital São Paulo, primeiro hospital-escola do País, hoje localizado junto ao Campus São Paulo, instalado no bairro Vila Clementino.

Fonte: Assessoria de Comunicação da UNIFESP

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.