text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

6 alimentos que te tornam mais inteligente

      
Você já parou para pensar que o <strong>funcionamento da sua mente</strong> está diretamente <strong>relacionado ao que você come</strong>? Assim como a alimentação adequada pode prevenir doenças cardíacas, a pressão alta e até mesmo o câncer, especialistas confirmam o poder de determinados <strong>alimentos </strong>para a garantia da <strong>saúde mental.</strong> Conheça seis opções que podem torná-lo mais inteligente e readéque seu cardápio diário. <p>   </p><p><a style=color: #ff0000; text-decoration: none href=https://noticias.universia.com.br/destaque/especial/2011/05/16/823554/saiba-onde-conseguir-melhor-educaco-online.html>» Saiba onde conseguir a melhor educação online</a><br/><a style=color: #ff0000; text-decoration: none href=https://twitter.com/universiabrasil target=_blank>» Siga o Universia Brasil no Twitter</a></p><p>   </p><p><strong>1. Café</strong><br/> Se você quer se livrar do hábito do cafezinho, é melhor rever sua decisão. Segundo um estudo filandês, as pessoas que tomam entre três e cinco xícaras de café por dia têm menos chances de desenvolver Alzheimer. O índice é 65% menor se comparado àquelas que bebem menos de duas xícaras ao dia. </p><p>   </p><p><strong>2. Maça</strong><br/> Mais uma boa razão para você incluir a maça no seu cardápio. A fruta é uma importante fonte de quercetina, um composto químico antioxidante que mantém a fluidez dos sucos mentais para a proteção continua dos neurônios. O ideal é comer ao menos uma maça por dia. </p><p>   </p><p><strong>3. Chocolate</strong><br/> Nada de deixar de comer chocolate. Por mais que o alimento seja rico em calorias, auxilia na redução da pressão sanguínea e mantêm a nitidez da mente. Portanto, comer em média uma barra de chocolate ao dia ajuda a proteger o cérebro da perda de memória. </p><p>   </p><p><strong>4. Espinafre</strong><br/> Se você não tem o costume de comer espinafre, é bom providenciar mudanças. O alimento é cheio de nutrientes que impede a demência, como o ácido fólico, vitamina E e vitamina K. Meia xícara de espinafre cozido fornece um terço de folatos (ácido fólico e os sais) e cinco vezes a quantidade de vitamina K necessária. </p><p>   </p><p><strong>5. Salmão</strong><br/> O pescado não é só bom para o coração. É uma importante fonte de omega-3 (predominante no cérebro), além de ser a principal fonte de vitamina D, um nutriente que reduz a deterioração do cérebro. </p><p>   </p><p><strong>6. Suco de uva</strong><br/> Os pesquisadores em neurologia dizem que o que é bom para o coração é também para o cérebro. Regra válida para o suco de uva, que pode melhorar significativamente a memória e contribuir para a aprendizagem de língias. Como a fruta, o suco de uva contém polifenóis que melhoram a comunicação entre os neurônios. <br/></p>
Você já parou para pensar que o funcionamento da sua mente está diretamente relacionado ao que você come? Assim como a alimentação adequada pode prevenir doenças cardíacas, a pressão alta e até mesmo o câncer, especialistas confirmam o poder de determinados alimentos para a garantia da saúde mental. Conheça seis opções que podem torná-lo mais inteligente e readéque seu cardápio diário.

 

» Saiba onde conseguir a melhor educação online
» Siga o Universia Brasil no Twitter

 

1. Café
Se você quer se livrar do hábito do cafezinho, é melhor rever sua decisão. Segundo um estudo filandês, as pessoas que tomam entre três e cinco xícaras de café por dia têm menos chances de desenvolver Alzheimer. O índice é 65% menor se comparado àquelas que bebem menos de duas xícaras ao dia.

 

2. Maça
Mais uma boa razão para você incluir a maça no seu cardápio. A fruta é uma importante fonte de quercetina, um composto químico antioxidante que mantém a fluidez dos sucos mentais para a proteção continua dos neurônios. O ideal é comer ao menos uma maça por dia.

 

3. Chocolate
Nada de deixar de comer chocolate. Por mais que o alimento seja rico em calorias, auxilia na redução da pressão sanguínea e mantêm a nitidez da mente. Portanto, comer em média uma barra de chocolate ao dia ajuda a proteger o cérebro da perda de memória.

 

4. Espinafre
Se você não tem o costume de comer espinafre, é bom providenciar mudanças. O alimento é cheio de nutrientes que impede a demência, como o ácido fólico, vitamina E e vitamina K. Meia xícara de espinafre cozido fornece um terço de folatos (ácido fólico e os sais) e cinco vezes a quantidade de vitamina K necessária.

 

5. Salmão
O pescado não é só bom para o coração. É uma importante fonte de omega-3 (predominante no cérebro), além de ser a principal fonte de vitamina D, um nutriente que reduz a deterioração do cérebro.

 

6. Suco de uva
Os pesquisadores em neurologia dizem que o que é bom para o coração é também para o cérebro. Regra válida para o suco de uva, que pode melhorar significativamente a memória e contribuir para a aprendizagem de língias. Como a fruta, o suco de uva contém polifenóis que melhoram a comunicação entre os neurônios.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.