Notícias

8 exemplos de estratégias que não devem ser adotadas por sua empresa

      
(Crédito: Booka/Shutterstock.com)
(Crédito: Booka/Shutterstock.com)

 

As estratégias de negócios podem confundir a cabeça das pessoas e tirar o sono de muitos profissionais que não estão acostumados a planejar a implementação de ações ou até mesmo cumprir com as metas da área e da própria empresa.

 

» 10 maneiras de promover uma causa através da internet e das redes sociais
» 6 dicas para acelerar sua influência no trabalho
» 6 tipos de chefes assustadores

 

A pior parte de uma estratégia é bolar uma idéia e criar um plano de presença de marca que possa distinguir sua empresa diante dos demais concorrentes. O que costuma ser estranho, no entanto, é que poucos gerentes e supervisores sabem o que a palavra estratégia realmente significa.

 

Para a maioria das pessoas, estratégia pode ser sinônimo de procura de emprego, porém o termo é usado para nomear um plano de ações que devem ser tomadas para levantar a imagem de uma companhia e trazer novos investimentos para a área.

 

Confira aqui 8 exemplos de estratégias que não devem ser adotadas pelas empresas:

1) Estratégia da esperança

É usada em diversos casos: “Espero que não chova no dia do evento”, “espero que o cliente não compre o produto inferior ao meu”, “espero que meu chefe não veja os meus erros”, entre outros exemplos.

 

2) Estratégia sem um único objetivo

É quando um executivo ou uma empresa não mantêm uma estratégia fixa para a empresa ou um plano elaborado para um longo período, movendo a equipe sempre para um lado diferente.

 

3) Estratégia da manteiga

Esse termo é usado por alguns executivos para falar de uma empresa que aposta em várias idéias ao mesmo tempo e não centraliza ou não foca em um só objetivo, enfraquecendo as ações como um todo.

 

4) Visão grandiosa

Muitos administradores de empresas costumam ter uma visão grandiosa do futuro e não se concentram em ações objetivas dentro da área, o que pode gerar sustos no futuro caso as empresas menores apostem em ações específicas para atacar a concorrência.

 

5) A grande macarronada

Neste tipo de estratégia as empresas colocam tempo e dinheiro em diversos tipos de idéias para ver qual delas pode surtir algum efeito.

 

6) Alternativas

Fazer um investimento em um banco qualquer ou comprar uma empresa que está em dividas pode arruinar os planos que a sua companhia tinha traçado para o futuro.

 

7) Idéia boa, porém mal executada

Mesmo com uma idéia incrível e um plano detalhado de como fazer a empresa crescer, tudo pode ir pelo ralo se os diretores da companhia não souberem administrar a execução da estratégia e o gerenciamento da mesma.

 

8) Ficar no que já é

Muitas empresas costumam perder dinheiro com chefes que não querem aplicar novas idéias e novas estratégias no ambiente de trabalho, preferindo permanecer no cenário atual.

 

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.