text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Lipoaspiração poderá ser feita através de remédios

      
(Crédito: Ioannis Pantzi/Shutterstock.com)
(Crédito: Ioannis Pantzi/Shutterstock.com)

 

Um tratamento ainda em fase de testes poderia ser o protótipo de uma nova categoria de remédios para combater a obesidade na vida dos humanos. O Adipotide, como é chamado, não só provoca a perda de peso como elimina a gordura acumulada no abdômen, como se fosse uma lipoaspiração.

 

» Estudo diz que a capacidade do cérebro de manhã é menor
» Uma xícara de café pode salvar a sua vida
» Por que dizemos ah quando o médico examina nossa garganta?

 

Há dois tipos de gordura em nosso organismo: a gordura essencial para manter o equilíbrio energético e regular a temperatura do corpo e a gordura ruim, conhecida como gordura branca, que armazena calorias extras no corpo, geralmente na região da cintura.

 

O remédio, que ainda não foi testado em seres humanos, combate diretamente estas células de gordura branca, consideradas as mais perigosas. Ao atuar nessas células, o Adipotide corta o abastecimento de sangue e deixa o tumor sem oxigênio, matando elas de fome.

 

Quando testado em macacos, os mesmos perderam cerca de 11% do seu peso em pouco menos de um mês. O peso, a circunferência abdominal e o Índice de Massa Corporal (IMC) continuaram diminuindo durante três semanas após o término do tratamento.

 

Com relação aos efeitos colaterais, os investigadores afirmaram que não houve falta de apetite ou sinais de náusea, efeitos comuns na maioria dos medicamentos para emagrecimento. Houve, no entanto, um dano nos rins, porém de acordo com os cientistas que estudaram os macacos, este efeito pode ser controlado e revertido.

 

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.