text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Ajudar as pessoas aumenta a expectativa de vida

      
(Crédito: Yuri Arcurs / Shutterstock.com)
(Crédito: Yuri Arcurs / Shutterstock.com)

 

De acordo com estudo publicado na revista Health Psychology, pessoas que praticam o trabalho voluntário vivem mais do que aquelas que não têm o costume de ajudar o próximo. Isso, claro, se o objetivo for, de fato, ajudar as pessoas.

 

» Trabalho voluntário pode ser diferencial no seu currículo
» Uma xícara de café pode salvar a sua vida

 

O estudo revelou, também, que os voluntários que optam por ajudar por “satisfação pessoal” ou para “se sentirem melhor consigo mesmos” não alcançam nenhum benefício para a sua saúde.

 

Sara Konrath e uma equipe de pesquisadores da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, chegaram a essas conclusões depois de trabalhar com 10.000 pessoas de diferentes idades e comprovar que dentro de um prazo de 4 anos, as possibilidades de sobreviver eram cerca de 3% maiores entre os que praticavam trabalho voluntário.

 

Konrath atribui o aumento da expectativa à preocupação que dedicamos aos outros. De acordo com Sara, a resposta do corpo ao estresse é desativada e a liberação de hormônios como a oxitocina restabelece a função fisiológica normal.

 

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.