text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Entenda a tabela periódica com mais facilidade

      
(Crédito: sagasan/Shutterstock.com)
(Crédito: sagasan/Shutterstock.com)

 

Estudar química sempre pareceu difícil para a maioria dos estudantes do ensino médio. O que muitos não sabem é que há certas regras na química que podem ser esclarecidas somente através da análise da tabela periódica.

 

» Praticar um esporte pode aumentar seu rendimento escolar
» 10 ótimos hábitos de estudo
» 10 razões para estudar com um amigo para o Enem

 

Ao analisar a tabela da esquerda para a direita, é possível notar que o número de elétrons aumenta gradativamente, um por vez. Este é um dos exemplos de como a ordem da tabela periódica pode ajudá-lo a lembrar com mais facilidade de cada um dos fatores que gira em torno dos elementos.

 

Confira a seguir alguns itens que podem ser desvendados com facilidade através da tabela periódica:

 

Raio atômico

O raio atômico é a distância do centro de um átomo até o centro do átomo ao lado dividido por dois. Na maioria dos períodos de uma tabela periódica, o valor do raio atômico vai diminuindo da esquerda para a direita. Em grande parte dos grupos da tabela periódica, este valor aumenta ao analisar um grupo de cima para baixo. Confira a tabela:

 

 

Potencial de ionização

O potencial de ionização é a energia mínima requerida para transformar o átomo em seu estado gasoso para um cátion monovalente. Quanto mais perto um elétron estiver de um núcleo, mais difícil será de removê-lo e maior será seu potencial de ionização.

 

Na tabela periódica, o potencial de ionização aumenta da esquerda para a direita nos períodos, onde a atração do núcleo sobre os elétrons é maior. Já nos grupos da tabela, o potencial de ionização cresce no sentido contrário, de cima para baixo.

 

Afinidade eletrônica

A afinidade eletrônica é a energia liberada quando um elétron é adicionado a um átomo gasoso. Em processos favoráveis, onde a tendência do átomo é de ganhar um elétron, haverá maior liberação de energia. Na tabela periódica, a afinidade eletrônica aumenta de baixo para cima. Se observarmos os períodos, a afinidade aumenta da esquerda para a direita, seguindo os números atômicos.

 

Eletronegatividade

Eletronegatividade é a maneira de medir a atração de um átomo por elétrons em uma ligação química. Dentro dos grupos da tabela periódica, a eletronegatividade diminui ao mesmo tempo em que o número atômico aumenta. Já nos períodos, a tendência é que a eletronegatividade aumente gradativamente da esquerda para a direita, embora haja exceções entre os grupos 7 e 12. Confira:

 

 

Achou difícil? Preparamos um resumo ilustrativo para auxiliá-lo na hora de entender cada um dos processos. Veja:

 

 

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.