Notícias

Fofoca traz benefícios sociais e psicológicos, diz pesquisa

      
(Crédito: Sukhonosova Anastasia / shutterstock.com)
(Crédito: Sukhonosova Anastasia / shutterstock.com)

 

Durante séculos, a fofoca foi classificada como conversa ociosa que conseguia danificar reputações e acabarem com a confiança. Porém de acordo com o novo estudo da Universidade de Berkeley, na Califórnia, os famosos boatos podem ter resultados positivos, tais como diminuir o estress.

 

» Imitar o modo de falar de outra pessoa ajuda na compreensão
» 4 dicas para falar em público
» A importância de falar inglês e espanhol: você ainda não é bilíngue?

 

Segundo o psicólogo social Robb Willer, co-autor do estudo publicado na edição online da revista Journal of Personalidade e Psicologia Social, a fofoca desempenha um papel crítico na manutenção da ordem social. O estudo também revelou que a fofoca pode ser terapêutica.

 

O desejo de alertar as pessoas sobre um suposto boato era tão forte que os participantes do estudo sentiam-se bem após contar para o indivíduo o que estavam falando sobre ele. Globalmente, os resultados indicam que as pessoas não precisam se sentir mal por revelar os vícios dos outros, especialmente se ele este ato ajuda a salvar alguém de exploração, dizem os pesquisadores.

 

O estudo defendeu as fofocas "pró-sociais" que tem a função de advertência sobre as outras pessoas não confiáveis ou desonestas.

 

Os resultados dos experimentos mostram que quando observamos alguém se comportar de forma imoral ficamos frustrados, mas ser capaz de passar esta informação a outras pessoas que poderiam ser ajudados nos faz sentir melhor.

 

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.