Notícias

Você tem um chefe psicótico?

      
(Crédito: Red rockerz Design Studio / Shutterstock.com)
(Crédito: Red rockerz Design Studio / Shutterstock.com)

 

Vamos ser sinceros? Todos nós conhecemos alguém em nosso trabalho que pode ser chamado de 'louco" de um jeito ou de outro. Eles existem em todo lugar. Mas antes de julgar, temos que tentar chegar à raiz de um relacionamento com alguém que pode ser apenas um mal chefe ou empregado.

 

» Saiba como dizer não (até mesmo para os professores e chefes!)
» Universia Brasil ao vivo na Rádio Heliópolis: dicas sobre como lidar com chefes ruins
» Por que alguns chefes são tão abusivos?

 

Há muitos perigos em julgar rapidamente as pessoas. Então, ao invés de sair procurando pelo escritório, pergunte-se: será que eu sou aquele psicopata? Ou, eu trabalho para algum deles? O que posso fazer?

 

Confira a seguir dicas para que você possa solucionar os relacionamentos difíceis no escritório:


Como lidar com chefes psicóticos: 1) Não faça julgamentos apressados

Se você já decidiu em sua mente que seu chefe é louco antes mesmo da comunicação começar, a batalha já está perdida. Fique alerta para suas predisposições em julgar e mude para uma análise daquilo que realmente constitui a interação entre você e seu chefe. Entenda que você pode escolher onde trabalhar e, se não conseguir resolver, não perca tempo para tornar-se infeliz.

 

Como lidar com chefes psicóticos: 2) O benefício da dúvida

Essa dica é a mesma para empregados e chefes. Todos merecem o beneficio da dúvida. Você já entende suas próprias opiniões. Então, as compare com aquelas que ouviu em conversas com seu chefe. Você pode confirmar ou repensar suas opiniões anteriores preparando-se para tomar alguma atitude a respeito da situação. Mais importante: você vai poder se olhar no espelho sem peso na consciência, pois saberá que fez o que estava a seu alcance.

 

Como lidar com chefes psicóticos: 3) Faça algo diferente

É a hora da verdade. Você fez tudo o que podia para melhorar a situação. Se você chegou a conclusão que o chefe que você pensava ser louco estava apenas trabalhando de uma perspectiva muito diferente da sua, você tem a oportunidade de preparar-se e colaborar para o novo caminho a frente. Se você está em um impasse, talvez a melhor coisa a fazer seja partir para uma nova fase em outro lugar. Não há nenhum emprego que valha perder a sanidade.

Chamar as pessoas de loucas ou psicopatas apenas para provocar ou desabafar não é algo aconselhável no mundo dos negócios porque, na realidade, de acordo com o Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos, um a cada quatro adultos irão experimentar algum tipo de desordem mental em alguma época da vida, seja depressão ou até ansiedade.

 

Há muito mais coisas acontecendo na cabeça de alguém na mesa ou sala ao lado para que ela seja simplesmente chamada de louca. Estar disposto a compreender isso, irá ajudá-lo a construir uma cultura e carreira que não irão deixá-lo na mãe em momentos complicados.

 

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.