text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Projeto de Lei autoriza conselhos profissionais a criar normas para valorizar pós-graduações

      
(Crédito: zimmytws / Shutterstock.com)
(Crédito: zimmytws / Shutterstock.com)

 

A Câmara analisa o Projeto de Lei 3028/11, do deputado licenciado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), que autoriza os conselhos profissionais a estabelecer normas para valorizar e uniformizar critérios de exigência de diplomas e certificados de pós-graduação no mercado de trabalho. O projeto acrescenta dispositivo à Lei 9.394/96, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional.

 

» Projeto propõe mudanças na Lei do Direito Autoral
» Projeto de lei reserva vagas em universidade federal para alunos de baixa renda
» Projeto de Lei obriga editoras a doar livros para bibliotecas estaduais

 

“Se já há concordância mais ou menos geral em valorizar os diplomas de graduação, tal acordo ainda não acontece no que diz respeito à pós-graduação e ora a aquisição do título beneficia um grupo, ora não traz efeito algum”, argumenta o autor. “A intenção, com este projeto, é contribuir para a formação do consenso, na sociedade e no mercado, de que vale a pena estudar e se aprimorar sempre mais, contando com a colaboração dos conselhos profissionais”, complementa.

 

Conforme a Lei 9.394/96, a pós-graduação engloba programas de mestrado e doutorado, cursos de especialização, aperfeiçoamento e outros, abertos a candidatos diplomados em cursos de graduação e que atendam às exigências das instituições de ensino.

 

Tramitação

O projeto foi apensado ao PL 791/2011. As propostas, que tramitam em caráter conclusivo, serão analisadas pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; Educação e Cultura; e Constituição e Justiça e de Cidadania.

 

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.