text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Estudo mostra que bactéria que vive no interior da boca pode matar

      
(Crédito: Konstantin Chagin / Shutterstock.com)
(Crédito: Konstantin Chagin / Shutterstock.com)

 

Pesquisadores identificaram uma bactéria chamada Streptococcus tigurinos, que vive dentro da boca, e pode causar doenças sérias e até mesmo a morte, caso entre na corrente sanguínea.

 

» Smartphones melhoram a memória, diz pesquisa
» Dormir pouco nos predispõe a ficar doente, diz pesquisa
» Jejum ajuda a combater câncer a aumenta a efetividade dos tratamentos, diz pesquisa

 

Os cientistas realizaram testes isolando a bactéria a partir do sangue de pacientes que sofrem de endocardite (inflamação do coração), meningite e espondilodiscite (inflamação na coluna). O que eles descobriram foi que o sangue dessas pessoas é similar a uma espécie de Streptococcus, que vive na boca.

 

A nova pesquisa foi pubilcada no International Journal of Systematic and Evolutionary Microbiology e permite que os cientistas trabalhem em como a doença é causada, além de avaliar a ameaça que ela representa.

 

O estudo foi conduzido pela Dra. Andrea Zbinden, da Universidade de Zurich, na Suíça. A Dra. afirma que a identificação dessa bactéria é essencial para que sua disseminação seja controlada.

 

A descoberta não é caso para alarde, mas o próximo passo é descobrir se a presença dessa bactéria na cavidade oral é comum, e quais riscos ela apresenta. Imunossupressão, válvulas cardíacas, cirurgias dentárias ou doenças crônicas são fatores predisponentes comuns para infecções sanguíneas por esse grupo de bactérias. No entanto, os riscos específicos da bactéria S. tigurinos ainda precisam ser determinados.

 

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.