text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Tomar soníferos pode provocar morte prematura e aumentar o risco de câncer, diz estudo

      
Crédito: scusi0-9/ Shutterstock.com
Crédito: scusi0-9/ Shutterstock.com

 

De acordo com um estudo publicado no British Medical Journal, os medicamentos usados para dormir podem ser associados com um risco significativamente maior de câncer entre aqueles que os consomem em altas doses e aumenta o risco de morte prematura, dependendo da dose tomada.

 

» Dormir pouco nos predispõe a ficar doente, diz pesquisa
» Pessoas que sofrem de insônia costumam ser as mais pontuais
» Substância química que causa câncer e é usado em plásticos

 

Durante o ano de 2010, os pesquisadores analisaram dois grupos de adultos. Um grupo tomava uma pílula a cada 20 dias e outro grupo tomava uma dose a cada 10 dias. Foram avaliadas mais de 10.500 participantes, que tomaram remédios para dormir durante, em média, 2,5 anos, entre 2002 e 2007. Entre os remédios prescritos estavam inclusos benzodiazepinas, tais como temazepam, não-benzodiazepinas como o zolpidem, zaleplon e barbituratos, anti-histamínicos sedativos. A sobrevivência desses pacientes, cuja idade média era de 54 anos, foi comparada com mais de 23.500 outros indivíduos com a mesma idade, sexo, estilo de vida e problemas de saúde, que não haviam tomado os medicamentos durante o mesmo período.

 

Os resultados apontaram um vínculo entre as pílulas e um maior risco de morte, inclusive para pessoas que consumiam doses relativamente baixas. Os participantes que tomaram até 18 doses por ano, apresentaram 3,5 vezes mais probabilidades de morrer, enquanto que aqueles que tomaram entre 18 e 132 doses tiveram um risco quatro vezes maior de mortalidade. Indivíduos que tomaram mais de 132 doses no ano tiveram cinco vezes mais probabilidades de morrer, o que indica que o nível de risco se eleva em conjunto com doses cada vez maiores. Esses resultados foram observados em todos os grupos de idade, porém foram maiores na pessoas que tinha entre 18 e 55 anos.

 

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.