Notícias

Facebook pode dizer se vale a pena contratar um funcionário

      
Crédito: Reprodução
Crédito: Reprodução

 

Empregadores já sabem que checar o perfil de um candidato no Facebook é uma boa ideia. Entre as coisas mais graves que um recrutador pode encontrar no perfil de um candidato estão publicações relacionadas a drogas, bebidas, fofocas e mentiras sobre as qualificações profissionais.

 

» Seu perfil do Facebook pode prever sua performance profissional
» 5 coisas que você não sabia sobre o Facebook
» O que o seu perfil no Facebook diz sobre seu relacionamento

 

No entanto, um novo estudo publicado no Journal of Applied Social Psychology aponta que existe outro bom motivo para que os empregadores deem uma “passadinha” no perfil de seus candidatos: saber quanto eles serão bons no trabalho.

 

Os pesquisadores contrataram vários profissionais de RH para classificar as páginas de estudantes universitários de acordo com o quão “empregáveis” eles pareciam.

 

Um dos autores do estudo Don Kuemper, da Northern Illinois University, explica que os estudantes foram classificados em aspectos como estabilidade emocional, consciência, extroversão, curiosidade e afabilidade, com base apenas nas suas páginas na rede social.

 

Depois de seis meses, empregadores foram consultados sobre o desempenho desses estudantes e com os resultados, os pesquisadores concluíram que existe uma forte correlação entre os comentários e previsões feitos pelos profissionais de RH com base no Facebook dos candidatos e a atuação deles dentro das empresas.

 

Os especialistas afirmaram ainda que uma pessoa que publica em sua página coisas exageradamente emocionais ou aqueles que mudam de humor constantemente em suas publicações não são vistos como bons candidatos, ao passo que aquelas que aparecem em várias fotos com amigos parecem ser mais amigáveis, característica essencial para um candidato a emprego.

 

O perfil de um candidato no Facebook é considerado a sua primeira entrevista. Se o recrutador não sentir firmeza no candidato online, dificilmente gostará dele na entrevista.

 

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.