Notícias

O que você precisa para ser feliz

      
Crédito: Shutterstock.com
Crédito: Shutterstock.com

 

Mahatma Gandhi, uma das personalidades mais influentes do século XX, líder ideológico do movimento indiano pela independência e pregador fervoroso da não-violência, já dizia que “não existe um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho”. Porém, para muitas pessoas, esses valores não fazem sentido e apenas o prazer ou coisas materiais, como o dinheiro, podem fazê-las felizes. Confirmando as palavras de Gandhi, pesquisas recentes demonstram que ser feliz é muito mais do que possuir ou fazer coisas. A felicidade depende de fatores muito complexos e que estão interligados com variados fatores da vida humana.

 

» Pesquisa revela: dinheiro é a origem do mal
» Estudo mostra que pessoas ambiciosas são infelizes e vivem menos
» Felicidade faz seu cérebro trabalhar melhor

 

 

Prazer, comprometimento e significado fazem toda a diferença para ser feliz, confira por quê:

 

Pesquisadores e psicólogos norte-americanos e australianos estudaram a importância do prazer, comprometimento e significado na felicidade e bem-estar dos indivíduos. Mais de 12.600 norte-americanos participaram de pesquisas e testes para medir a satisfação, causas da felicidade e influências positivas e negativas no contentamento. Outro grupo de quase 400 australianos foi entrevistado sobre os mesmos fatores e também para determinar características da personalidade que poderiam influenciar no bem-estar.

 

Pesquisas anteriores afirmam que há três orientações que podem prever o bem-estar das pessoas: satisfação com a vida, afetividade positiva e emoções negativas, além das variáveis sócio-demográficas e de personalidade. Os resultados mostraram que, entre os três fatores avaliados - prazer, comprometimento e significado -, os principais determinantes do bem-estar são os dois últimos.

 

Pessoas que se sentem valiosas e comprometidas com outros indivíduos, familiares ou amigos, e que conseguem determinar um significado para sua existência, seja na religião, crença ou filosofia, mostraram que são mais felizes e possuem níveis de bem-estar mais alto. O prazer é essencial, mas, diferente do que muitos pensam, não é o mais importante.

 

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.