text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

10 melhores países para morar e trabalhar fora

      
<p>De acordo com a nova vistoria da <strong>Brookfield Global Relocation Services</strong>, 61% dos conglomerados internacionais esperam transferir mais empregados do que nos anos passados. O vice-diretor da companhia, <strong>Scott Sullivan,</strong> enumera algumas razões para esse aumento: maior número de economias maduras, a facilidade do acesso ao mercado e o desejo de expansão das grandes empresas ao redor do mundo.</p><p> </p><p><a style=color: #ff0000; text-decoration: none; title=10 dicas para morar com pessoas de outros países href=https://noticias.universia.com.br/destaque/reportagem/2011/08/05/854188/vai-fazer-intercambio-veja-10-dicas-morar-com-pessoas-outros-paises.html>» <strong>10 dicas para morar com pessoas de outros países</strong></a><br/><a style=color: #ff0000; text-decoration: none; title=Veja como é viver na Alemanha href=https://noticias.universia.com.br/mobilidade-academica/especial/2011/09/12/864231/9/estudar-na-alemanha/veja-como-e-viver-na-alemanha.html>» <strong>Veja como é viver na Alemanha</strong></a><br/><a style=color: #ff0000; text-decoration: none; title=Os dez países mais isolados do mundo href=https://noticias.universia.com.br/tempo-livre/noticia/2011/08/25/860568/os-dez-paises-mais-isolados-do-mundo.html%0A>» <strong>Os dez países mais isolados do mundo</strong></a></p><p> </p><p>Então já que as empresas estão oferecendo vagas para transferência, quais são melhores países para morar e trabalhar fora?</p><p> </p><p> </p><h4>10 melhores países para morar e trabalhar fora - 1. China</h4><p><br/> Em 2011, 14% das companhia globais citaram a <strong>China</strong> como um dos 10 maiores relocadores do mundo. Com mais de mais 1,3 bilhões de habitantes, é o <strong>país mais populoso do planeta </strong>e abriga 19% do mundo. Isso faz com que praticamente toda empresa que deseje ser grande tenha que estar na China. <strong>Xangai</strong> é a cidade para qual as pessoas mais são deslocadas devido à sua influência financeira, no comércio e na tecnologia industrial. De acordo com a inspeção da <strong>Mercer's Cost of Living</strong>, em 2011, um aluguel de um apartamento de luxo com dois quartos custa, mais ou menos, 3 mil dólares por mês.</p><p> </p><p> </p><h4>10 melhores países para morar e trabalhar fora - 2. Reino Unido</h4><p><br/> Empatado com a China, 14% das companhias colocaram o <strong>Reino Unido</strong> como o maior relocador do mundo. <strong>Londres</strong> é um dos destinos mais populares de turismo de negócios, devido ao status da maior e mais importante cidade do país. Os serviços que mais afloram no país são o financeiro e bancário. A capital britânica é um dos mais <strong>importantes centros financeiros do mundo</strong>, disputando a posição com Nova Iorque. A média do aluguel do mesmo tipo de apartamento citado no caso chinês sai, mais ou menos, 4,5 mil dólares, embora o valor possa variar muito dependendo do tamanho, da localização e outras amenidades.</p><p> </p><p> </p><h4>10 melhores países para morar e trabalhar fora - 3. Cingapura</h4><p><br/> 4% das transnacionais colocam <strong>Cingapura</strong> como o primeiro destino de relocação. A cidade-estado é bastante <strong>receptiva com os negócios ocidentais</strong> e tem poucas restrições a empresas internacionais. Cingapura é o 4º líder financeiro no mundo e possui um dos 5 portos mais movimentados no planeta. É o país com a maior porcentagem de residências milionárias, com mais de 15% valendo mais de 1 milhão de dólares. Os apartamentos de luxo custam em torno de 3,2 mil dólares por mês, de acordo com a pesquisa da Mercer.</p><p> </p><p> </p><h4>10 melhores países para morar e trabalhar fora - 4. Alemanha</h4><p><br/> A <strong>Alemanha</strong> empata com Cingapura nas relocações: 4% das empresas apontam o país como o que mais transfere trabalhadores. Esta posição se justifica pelo grande mercado consumidor e seu status de <strong>líder financeiro europeu</strong>. <strong>Berlim</strong> é a cidade que mais recebe estrangeiros por relocação de transnacionais e é conhecida pela sua economia de serviços. A capital alemã também se destaca pelas suas indústrias farmacêuticas, de tecnologia da informação, biotecnologia e energia renovável. Berlim também é conhecida pela qualidade de vida e acesso, atividades culturais e vida noturna. O aluguel de apartamentos com dois quartos está na média de 1.600 dólares.</p><p> </p><p> </p><h4>10 melhores países para morar e trabalhar fora - 5. Holanda</h4><p><br/> 4% dos empregadores citam a <strong>Holanda</strong> como o destino mais importante quando o assunto é transferência de funcionários. O país tem um mercado aberto com ênfase nos serviços profissionais. 7 das 100 maiores empresas do mundo se localizam na Holanda e sua capital, <strong>Amsterdã,</strong> abriga a <strong>mais antiga bolsa de valores do mundo</strong>. Além disso, a capital holandesa foi classificada como uma das 5 melhores cidades para locar um negócio internacional. A estimativa de gasto em um aluguel num apartamento corporativo é de 2,3 mil dólares por mês.</p><p> </p><p> </p><h4>10 melhores países para morar e trabalhar fora - 6. Austrália</h4><p><br/> A <strong>Austrália</strong> também tem a porcentagem de 4% em transferências. O país é uma importante localização para empresas que procuram materias-primas. A capital <strong>Canberra</strong> é a cidade mais popular para estrangeiros relocados. A metrópole está entre as 10 melhores cidades para viver no mundo, de acordo com a <strong>The Economist</strong>. Além disso, 4 das 10 empresas mais ricas do mundo têm escritórios em <strong>Sidney </strong>e a cidade abriga mais de 500 franquias de transnacionais. 2,7 mil dólares é o preço médio do aluguel de um apartamento de dois dormitórios em Sidney.</p><p> </p><p> </p><h4>10 melhores países para morar e trabalhar fora - 7. Hong Kong</h4><p><br/> A cidade-estado chinesa abriga 3% das transferências de grandes empresas. Embora tecnicamente faça parte da China, <strong>Hong Kong</strong> ganha espaço separado na lista devido ao seu sistema político independente e longa história como colônia britânica. Hong Kong é um dos maiores centros financeiros do mundo e sua moeda, o <strong>dólar de Hong Kong</strong>, é a 9ª mais valorizada. A cidade-estado tem a 2ª maior facilidade do mundo para fazer negócios, de acordo com <strong>World Bank Index</strong>. No entanto, o acesso a esse paraíso capitalista é caro. Um apartamento de luxo com dois dormitórios custa, em média, 5,7 mil dólares por mês.</p><p> </p><p> </p><h4>10 melhores países para morar e trabalhar fora - 8. Brasil</h4><p><br/> Como a pesquisa é americana, o <strong>Brasil</strong> está indicado como o lugar onde 3% das transnacionais mais mandam seus funcionários. O País se destaca pela importância na exportação de commodities, no mercado de energia e o sólido mercado interno. <strong>São Paulo</strong>, a maior e mais importante cidade do Brasil, é a 5ª maior área metropolitana do mundo. 63% das empresas internacionais localizadas no País tem sede na capital paulista, transformando-a no <strong>eixo dos negócios na América Latina</strong>.</p><p> </p><p> </p><h4>10 melhores países para morar e trabalhar fora - 9. Índia</h4><p><br/> 2% dos empregadores globais citam a <strong>Índia</strong> como o maior destino de transferências. A maioria foi mandada a <strong>Mumbai</strong>, a cidade mais populosa do país e 6ª do mundo. A cidade abriga diversas instituições financeiras, incluindo a <strong>Bolsa de Valores da Índia</strong>. Assim como no Brasil, o mercado interno indiano tem se ampliado devido ao boom de crescimento verificado no país no século atual. O aluguel de um apartamento de luxo com dois dormitórios em Mumbai custa, em média, 3,5 mil dólares por mês.</p><p> </p><p> </p><h4>10 melhores países para morar e trabalhar fora - 10. Bélgica</h4><p><br/> O ambiente estável para investidores de um dos países fundadores da União de nações mais bem-sucedida do mundo - a <strong>União Europeia </strong>- colocou a <strong>Bélgica</strong> na lista. 2% das multinacionais avaliam o país como o destino mais importante de suas relocações. <strong>Bruxelas</strong>, a capital, tem sua economia fortemente baseada em serviços e importa bens como matérias-primas, diamantes brutos, produtos químicos, farmacêuticos e petrolíferos. A cidade também exporta diversos bens como diamantes finos, metais e produtos metálicos. Os transferidos podem esperar pagar cerca de 2 mil dólares no aluguel ao mês.</p><p> </p><p> </p>

De acordo com a nova vistoria da Brookfield Global Relocation Services, 61% dos conglomerados internacionais esperam transferir mais empregados do que nos anos passados. O vice-diretor da companhia, Scott Sullivan, enumera algumas razões para esse aumento: maior número de economias maduras, a facilidade do acesso ao mercado e o desejo de expansão das grandes empresas ao redor do mundo.

 

» 10 dicas para morar com pessoas de outros países
» Veja como é viver na Alemanha
» Os dez países mais isolados do mundo

 

Então já que as empresas estão oferecendo vagas para transferência, quais são melhores países para morar e trabalhar fora?

 

 

10 melhores países para morar e trabalhar fora - 1. China


Em 2011, 14% das companhia globais citaram a China como um dos 10 maiores relocadores do mundo. Com mais de mais 1,3 bilhões de habitantes, é o país mais populoso do planeta e abriga 19% do mundo. Isso faz com que praticamente toda empresa que deseje ser grande tenha que estar na China. Xangai é a cidade para qual as pessoas mais são deslocadas devido à sua influência financeira, no comércio e na tecnologia industrial. De acordo com a inspeção da Mercer's Cost of Living, em 2011, um aluguel de um apartamento de luxo com dois quartos custa, mais ou menos, 3 mil dólares por mês.

 

 

10 melhores países para morar e trabalhar fora - 2. Reino Unido


Empatado com a China, 14% das companhias colocaram o Reino Unido como o maior relocador do mundo. Londres é um dos destinos mais populares de turismo de negócios, devido ao status da maior e mais importante cidade do país. Os serviços que mais afloram no país são o financeiro e bancário. A capital britânica é um dos mais importantes centros financeiros do mundo, disputando a posição com Nova Iorque. A média do aluguel do mesmo tipo de apartamento citado no caso chinês sai, mais ou menos, 4,5 mil dólares, embora o valor possa variar muito dependendo do tamanho, da localização e outras amenidades.

 

 

10 melhores países para morar e trabalhar fora - 3. Cingapura


4% das transnacionais colocam Cingapura como o primeiro destino de relocação. A cidade-estado é bastante receptiva com os negócios ocidentais e tem poucas restrições a empresas internacionais. Cingapura é o 4º líder financeiro no mundo e possui um dos 5 portos mais movimentados no planeta. É o país com a maior porcentagem de residências milionárias, com mais de 15% valendo mais de 1 milhão de dólares. Os apartamentos de luxo custam em torno de 3,2 mil dólares por mês, de acordo com a pesquisa da Mercer.

 

 

10 melhores países para morar e trabalhar fora - 4. Alemanha


A Alemanha empata com Cingapura nas relocações: 4% das empresas apontam o país como o que mais transfere trabalhadores. Esta posição se justifica pelo grande mercado consumidor e seu status de líder financeiro europeu. Berlim é a cidade que mais recebe estrangeiros por relocação de transnacionais e é conhecida pela sua economia de serviços. A capital alemã também se destaca pelas suas indústrias farmacêuticas, de tecnologia da informação, biotecnologia e energia renovável. Berlim também é conhecida pela qualidade de vida e acesso, atividades culturais e vida noturna. O aluguel de apartamentos com dois quartos está na média de 1.600 dólares.

 

 

10 melhores países para morar e trabalhar fora - 5. Holanda


4% dos empregadores citam a Holanda como o destino mais importante quando o assunto é transferência de funcionários. O país tem um mercado aberto com ênfase nos serviços profissionais. 7 das 100 maiores empresas do mundo se localizam na Holanda e sua capital, Amsterdã, abriga a mais antiga bolsa de valores do mundo. Além disso, a capital holandesa foi classificada como uma das 5 melhores cidades para locar um negócio internacional. A estimativa de gasto em um aluguel num apartamento corporativo é de 2,3 mil dólares por mês.

 

 

10 melhores países para morar e trabalhar fora - 6. Austrália


A Austrália também tem a porcentagem de 4% em transferências. O país é uma importante localização para empresas que procuram materias-primas. A capital Canberra é a cidade mais popular para estrangeiros relocados. A metrópole está entre as 10 melhores cidades para viver no mundo, de acordo com a The Economist. Além disso, 4 das 10 empresas mais ricas do mundo têm escritórios em Sidney e a cidade abriga mais de 500 franquias de transnacionais. 2,7 mil dólares é o preço médio do aluguel de um apartamento de dois dormitórios em Sidney.

 

 

10 melhores países para morar e trabalhar fora - 7. Hong Kong


A cidade-estado chinesa abriga 3% das transferências de grandes empresas. Embora tecnicamente faça parte da China, Hong Kong ganha espaço separado na lista devido ao seu sistema político independente e longa história como colônia britânica. Hong Kong é um dos maiores centros financeiros do mundo e sua moeda, o dólar de Hong Kong, é a 9ª mais valorizada. A cidade-estado tem a 2ª maior facilidade do mundo para fazer negócios, de acordo com World Bank Index. No entanto, o acesso a esse paraíso capitalista é caro. Um apartamento de luxo com dois dormitórios custa, em média, 5,7 mil dólares por mês.

 

 

10 melhores países para morar e trabalhar fora - 8. Brasil


Como a pesquisa é americana, o Brasil está indicado como o lugar onde 3% das transnacionais mais mandam seus funcionários. O País se destaca pela importância na exportação de commodities, no mercado de energia e o sólido mercado interno. São Paulo, a maior e mais importante cidade do Brasil, é a 5ª maior área metropolitana do mundo. 63% das empresas internacionais localizadas no País tem sede na capital paulista, transformando-a no eixo dos negócios na América Latina.

 

 

10 melhores países para morar e trabalhar fora - 9. Índia


2% dos empregadores globais citam a Índia como o maior destino de transferências. A maioria foi mandada a Mumbai, a cidade mais populosa do país e 6ª do mundo. A cidade abriga diversas instituições financeiras, incluindo a Bolsa de Valores da Índia. Assim como no Brasil, o mercado interno indiano tem se ampliado devido ao "boom" de crescimento verificado no país no século atual. O aluguel de um apartamento de luxo com dois dormitórios em Mumbai custa, em média, 3,5 mil dólares por mês.

 

 

10 melhores países para morar e trabalhar fora - 10. Bélgica


O ambiente estável para investidores de um dos países fundadores da União de nações mais bem-sucedida do mundo - a União Europeia - colocou a Bélgica na lista. 2% das multinacionais avaliam o país como o destino mais importante de suas relocações. Bruxelas, a capital, tem sua economia fortemente baseada em serviços e importa bens como matérias-primas, diamantes brutos, produtos químicos, farmacêuticos e petrolíferos. A cidade também exporta diversos bens como diamantes finos, metais e produtos metálicos. Os transferidos podem esperar pagar cerca de 2 mil dólares no aluguel ao mês.

 

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.