Notícias

Como lidar com o desemprego

      
Crédito:Shutterstock.com
Crédito:Shutterstock.com

 

Muitos jovens recém formados estão sem direção porque enfrentam, pela primeira vez, a realidade do desemprego. Em meio a toneladas de conselhos e sugestões é difícil saber que direção tomar. Grande parte desses conselhos vem de pessoas que já são maduras profissionalmente e estão em posição muito confortável para determinar qual é a melhor escolha que você deve fazer. O que os colegas mais velhos não entendem é a sensação perseguidora do fracasso e da desilusão.

 

» Aprendemos mais com nossos erros ou sucesso?
» 8 dicas para impulsionar sua carreira (de vez!)
» Descubra quem são os jovens empreendedores de sucesso

 

Para o novo profissional, que acabou de chegar ao mercado de trabalho e concluiu recentemente a faculdade, é muito complexo entender e avaliar a situação em que ele se encontra. Enfrentar o desemprego sem duvidar da carreira e escolha profissional é praticamente impossível.

 

A maioria dos jovens que não consegue emprego sente-se completamente impotente para arriscar e confiar em suas habilidades profissionais. E é exatamente nesse fator que reside o ciclo do desemprego. Por conta da baixa auto-estima e da depressão, o recém formado fracassa em suas entrevistas e dinâmicas de emprego e começa a pensar que está no caminho errado. Ele procura por vagas que não gosta, mas aceita a oportunidade por causa do dinheiro, e passa a de recém-formado a trabalhador infeliz.

 

Pulando de um emprego ao outro, a insatisfação profissional cresce na mesma proporção que a carreira afunda e todo o investimento intelectual e financeiro feito durante os anos de estudo parece inútil.

 

Mas esse cenário pode ser evitado. Os anos inicias de sua carreira serão determinantes para prever que tipo de profissional você deseja se tornar. Resistir à depressão e ao desânimo precisa ser sua grande meta. Não fique em casa o dia inteiro esperando a oportunidade bater em sua porta. Corra atrás dela. Faça contatos, vá a feiras profissionais e de emprego, faça pesquisas acadêmicas, curso de extensão, viagens de intercâmbio profissional, mande currículos mesmo que a empresa não ofereça vagas, atue como freelancer, improvise!

 

Não há segredo ou conselho perfeito que irá solucionar o desemprego. Mas seu esforço, força de vontade e determinação valem a pena. Todo esse tempo servirá de bagagem para você, não apenas como profissional, mas como pessoa. O processo de transição entre a adolescência e a vida adulta faz parte da vida de todos e cada dificuldade irá ajudá-lo a amadurecer e estar pronto para novos desafios.

 

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.