text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Estudo comprova que física é uma matéria muito difícil

      
Crédito: Shutterstock.com
Crédito: Shutterstock.com

 

Se você é um péssimo aluno nas aulas de física, pode começar a comemorar porque já tem a desculpa perfeita. Um estudo realizado pela Universidade Complutense de Madrid e publicado pela revista Physical Review Letter confirmou aquilo que os estudantes já sabiam: a física é uma matéria muito complicada.

 

» Estudo comprova que otimismo faz bem ao coração
» Ouvir sua música preferida aumenta o desempenho, diz estudo
» Testosterona pode funcionar como antidepressivo, diz estudo

 

Na física, o comportamento de um sistema está determinado por equações dinâmicas. A partir de dados experimentais os físicos deduzem essas equações, o que permite que eles digam como um sistema irá se comportar no futuro.

 

Um grupo de pesquisadores pretendia avaliar se é possível automatizar a dedução dessas equações, ou seja, se a partir dos dados experimentais é possível que um computador substitua o trabalho dos físicos teóricos e resolva o problema.

 

O que os cientistas descobriram foi que embora o desenvolvimento atual dos supercomputadores leve a acreditar que o trabalho humano possa ser substituído, no caso da física isso é matematicamente impossível, uma vez que esse tipo de problema se denomina, na computação, como NP. Os problemas conhecidos assim são aqueles em que a quantidade de tempo necessário para resolvê-los é muito maior do que o problema em si, o que impede que um sistema de computação chegue a qualquer solução de maneira eficaz.

 

Um dos autores da pesquisa, Tony Cubitt, brinca dizendo que o trabalho permite que os físicos durmam tranquilamente, sem se preocupar em serem substituídos por computadores. Além disso, Cubitt lembra que a descoberta tranquiliza também os não físicos, que agora não têm mais dúvidas de que a física é uma matéria complicada.

 

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.