text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Estresse e dinheiro são motivos para estudantes desistirem da faculdade

      
<p>   </p><p> O estudo norte-americano “<strong>Com toda a vida pela frente</strong>”, divulgado pela <a href=https://www.publicagenda.org/ target=_blank title=Public Agenda><strong>Public Agenda</strong></a>, aponta que a maioria das desistências da faculdade é motivada pelo dinheiro ou pelo estresse. </p><p>   </p><p><strong>Leia também:</strong><br/><a style=color: #ff0000; text-decoration: none href=https://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2014/02/03/1079424/estudar-com-amigos-diminui-estresse-na-universidade.html title=Estudar com amigos diminui o estresse na universidade>» <strong>Estudar com amigos diminui o estresse na universidade</strong></a><br/><a style=color: #ff0000; text-decoration: none href=https://noticias.universia.com.br/vida-universitaria/noticia/2014/01/30/1078796/conheca-as-atividades-diminuem-seu-estresse-na-universidade.html title=Conheça as atividades que diminuem o seu estresse na universidade>» <strong>Conheça as atividades que diminuem o seu estresse na universidade</strong></a><br/><a style=color: #ff0000; text-decoration: none href=https://noticias.universia.com.br/vida-universitaria/noticia/2013/12/03/1067294/3-formas-vender-coisas-ajudar-pagar-faculdade.html title=3 formas de vender coisas para ajudar a pagar a faculdade>» <strong>3 formas de vender coisas para ajudar a pagar a faculdade</strong></a></p><p>   </p><p> Com a participação de mais de 600 pessoas com idades entre 22 e 30 anos, a pesquisa comparou estudantes que começaram um curso de graduação e não concluíram com aqueles que receberam um diploma de curso de dois a quatro anos de duração. </p><p>   </p><p> Os dados apontam quem a cada 5 estudantes que começam cursos de graduação de 4 anos de duração, apenas 2 conseguiram o seu diploma. O principal motivo para a desistência é a necessidade de trabalhar para pagar as mensalidades causando um estresse e sentimento de estar sempre sobrecarregado nesses alunos. </p><p>   </p><p> E no Brasil? A estudante <strong>Débora Barros</strong>, do <a href=https://italo.com.br/portal/ target=_blank title=UniÍtalo><strong>Centro Universitário Ítalo Brasileiro (UniÍtalo)</strong></a>, em São Paulo, vai na contramão da pesquisa: “nunca pensei em desistir porque sei que não voltaria para a universidade tão cedo.” </p><p>   </p><p><strong>Juliana Queissada</strong>, estudante da <a href=https://casperlibero.edu.br/ target=_blank title=Faculdade Cásper Líbero><strong>Faculdade Cásper Líbero</strong></a>, faz coro: “já passei por muito estresse e problemas com dinheiro, mas jamais desistiria do curso porque o que está em jogo é a minha formação profissional. Disso eu não abro mão”. </p><p>   </p><p><strong>E você?</strong> Já pensou em desistir do seu curso por um problema financeiro ou emocional? Compartilhe com a Universia Brasil a sua história no campo “comentário” que fica logo abaixo. </p><p>   </p><p>   </p>

 

O estudo norte-americano “Com toda a vida pela frente”, divulgado pela Public Agenda, aponta que a maioria das desistências da faculdade é motivada pelo dinheiro ou pelo estresse.

 

Leia também:
» Estudar com amigos diminui o estresse na universidade
» Conheça as atividades que diminuem o seu estresse na universidade
» 3 formas de vender coisas para ajudar a pagar a faculdade

 

Com a participação de mais de 600 pessoas com idades entre 22 e 30 anos, a pesquisa comparou estudantes que começaram um curso de graduação e não concluíram com aqueles que receberam um diploma de curso de dois a quatro anos de duração.

 

Os dados apontam quem a cada 5 estudantes que começam cursos de graduação de 4 anos de duração, apenas 2 conseguiram o seu diploma. O principal motivo para a desistência é a necessidade de trabalhar para pagar as mensalidades causando um estresse e sentimento de estar sempre sobrecarregado nesses alunos.

 

E no Brasil? A estudante Débora Barros, do Centro Universitário Ítalo Brasileiro (UniÍtalo), em São Paulo, vai na contramão da pesquisa: “nunca pensei em desistir porque sei que não voltaria para a universidade tão cedo.”

 

Juliana Queissada, estudante da Faculdade Cásper Líbero, faz coro: “já passei por muito estresse e problemas com dinheiro, mas jamais desistiria do curso porque o que está em jogo é a minha formação profissional. Disso eu não abro mão”.

 

E você? Já pensou em desistir do seu curso por um problema financeiro ou emocional? Compartilhe com a Universia Brasil a sua história no campo “comentário” que fica logo abaixo.

 

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.