text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

5 coisas que um bom professor NUNCA deve fazer

      
A maioria dos professores dá o melhor de si para os seus alunos.
A maioria dos professores dá o melhor de si para os seus alunos.  |  Fonte: Shutterstock

 

A maioria dos professores dá o melhor de si para os seus alunos, procurandotornar o aprendizado o mais prazeroso o possível. Entretanto, nessa busca pelo acerto, alguns erros podem ser cometidos – erros esses que, em alguns casos, podem gerar consequências sérias que se estenderão por toda a vida futura dos estudantes. Para se certificar de que você realmente está conduzindo as suas aulas da melhor forma, confira 5 coisas que um bom professor jamais deve fazer:

 

Leia também:
» Conheça as principais características dos bons professores
» Entenda por que informação demais não é bom para a sua aula
» Conheça os passos para introduzir tecnologia na sala de aula 

 

1 – Tratar mal seus alunos

Por mais bagunceiros que os seus alunos sejam e mesmo que eles façam com que você perca a paciência às vezes, nunca os trate de maneira desrespeitosa. O aprendizado depende muito da forma como a sua aula é conduzida e, definitivamente, comportamentos constrangedores e/ou desrespeitosos não ajudam nem um pouco no processo.

 

2 – Obrigar os seus alunos a participarem ativamente da aula

Alguns estudantes prestam atenção nas aulas, entretanto preferem ficar quietos. Por que obrigá-los? Chamar os alunos pelo nome pedindo que eles continuem a sua explicação, por exemplo, é uma atitude bastante intimidadora que pode causar medo e vergonha no estudante, traumas podem acompanhá-los durante toda a vida.

 

3 – Não se atualizar

A educação está em frequente mudança, portanto é essencial que você, professor, também se adapte a elas. Talvez uma aula que você tenha elaborado há 10 anos tenha feito sucesso, mas será mesmo que ela continua eficiente? Tente incluir as tendências digitais nelas, usar vídeos, criar trabalhos interativos, etc.

 

4 – Não mostrar a importância do conteúdo

Os estudantes estão cada vez mais exigentes, portanto prender a atenção deles tem sido uma tarefa difícil. Falar que eles precisam estudar um conteúdo porque você quer ou porque cai na prova, por exemplo, são formas erradas de estimulá-los. Ao invés dessas, procure mostrar que o assunto é relevante com exemplos práticos, aplicáveis no cotidiano.

 

5 – Não estabelecer objetivos

É essencial que você explique desde o primeiro dia de aula qual é o objetivo do curso, bem como os métodos que você usará (aulas interativas, tradicionais, materiais de apoio) e o que você espera da classe. A melhor forma de criar aulas proveitosas é alinhando as suas expectativas às dos alunos e, para fazer isso, nada melhor do que uma conversa.

 

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.