text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Apenas 0,9% dos participantes do Enem 2013 tiraram nota superior a 900 na redação

      
Crédito: Shutterstock.com
Crédito: Shutterstock.com

 

Segundo dados divulgados pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) nesta quarta-feira (2) aos inscritos no Enem 2013, apenas 0,9% dos 5.093.237 estudantes que realizaram a prova de redação conseguiu atingir a nota de 900 pontos ou superior na redação.

 

Leia também:
» Todas as notícias sobre o Enem 2013

 

O gráfico mostra que a maioria dos participantes (27,9%) conseguiu uma nota entre 501 a 600 pontos, enquanto 6,9% obteve pontuação inferior a 300 na redação, conforme mostra tabela a seguir:

 

Gráfico: notas dos estudantes na redação do Enem 2013

 

Todos os candidatos participantes do Enem 2013 podem acessar o espelho da redação por meio do site do exame (https://enem.inep.gov.br/). Vale lembrar que programas como o Ciência sem Fronteiras exigem uma nota de no mínimo 600 pontos nos seus processos seletivos.

 

 

Sobre a redação do Enem

 

Em 2013, o tema da redação do Enem foi “Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil”, surpreendendo os participantes que apostavam em assuntos como a maioridade penal e a Comissão da Verdade.

 

Na redação do Enem, são avaliadas cinco competências diferentes. São elas:

 

1) Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa
2) Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das varias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.
3) Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
4) Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
5) Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

 

Para a edição 2014, os 50 anos do Golpe Militar são aposta como tema da redação segundo a professora Andrea Provasi, do Cursinho da Poli.

 

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.