Notícias

Professor: veja como as ferramentas do Google podem melhorar seu trabalho

      
Fonte: Shutterstock
Fonte: Shutterstock

Cada vez mais os alunos prezam por cursos mais dinâmicos e com conteúdos compartilhados não apenas na sala de aula, mas também via internet. Nessa conjuntura, um grande aliado para você, professor, são as ferramentas do Google. Descubra alguns usos que você pode fazer delas para melhorar o aproveitamento dos seus estudantes e aperfeiçoar o seu ofício:

Leia também:
» Professor: aprenda a usar o Twitter com os seus alunos
» Como professores e alunos podem usar celulares no aprendizado
» Descubra 5 sites com cursos online para professores 

 

1 – Crie materiais em colaboração com outros professores

Unir forças com professores que dão aula para a mesma série que você ou então a mesma disciplina pode ser uma grande oportunidade para desenvolver materiais bastante interessantes que talvez você não tenha tempo de compartilhar em sala de aula. Utilizando as ferramentas de compartilhamento, você ainda consegue observar com o que cada um colaborou naquele documento. Concluído o novo material, basta enviar para os seus alunos. 

 

2 – Compartilhe seus próprios materiais com outros docentes

Outra opção para o trabalho em parceria com seus colegas de trabalho é criar uma espécie de depósito online para que todos tenham acesso aos materiais individuais de cada um, podendo usá-los e alterá-los como quiserem ou simplesmente utilizá-los como uma fonte de inspiração para desenvolver os seus próprios.

 

3 – Diga adeus as planilhas de presença em sala de aula

Usar aquela planilha de papel para controlar a frequência dos estudantes nas suas aulas é coisa do passado. Agora, por meio do Google Forms e Google Sheets, você pode fazer isso e ainda acompanhar as notas e entregas de lição de casa. Há a opção de compartilhamento, em que você pode enviar aos seus alunos e aos pais, caso seja necessário.

 

4 – Seja receptivo ao feedback dos seus alunos

Para aprimorar o seu trabalho, é essencial que você saiba ouvir críticas. Usando mais uma vez o Google Forms e o Google Sheets, você pode abrir um canal para escutar os comentários dos seus alunos e acompanhar como está o seu desempenho. O inverso também é válido, afinal você também pode dar feedback aos seus alunos individualmente.

 

5 – Monte um calendário coletivo

Lembrar todas as datas de entrega, avaliação, eventos e que conteúdos serão trabalhados em cada aula da semana é bastante custoso, principalmente se você tiver mais de uma turma aos seus cuidados. Por isso, para facilitar a vida de todos, crie seu próprio Google Calendar, compartilhando todas as informações que seus estudantes precisam saber de maneira rápida e simples. Contudo, crie um calendário para cada turma, porque muitas vezes podem ocorrer alterações apenas na programação de uma das classes e, ao invés de ajudar os alunos, você pode acabar confundindo-os.

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.