text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Saiba o que fazer para melhorar sua comunicação interpessoal

      
Fonte: Shutterstock
Fonte: Shutterstock

A comunicação interpessoal tem sido um critério cada vez mais utilizado por empresas que prezam pela harmonia doambiente de trabalho. Fator essencial para a construção de uma equipe eficiente, as habilidades comunicativas são fundamentais não apenas no âmbito profissional, mas também em vários aspectos da vida pessoal.

 

Leia também:
» Conheça os piores erros que podem ser cometidos numa conversa
» Veja como superar o seu medo de falar em público com Orphan Black
» Quer conseguir um emprego logo depois de se formar? Aprenda a falar bem

 

Para ajudar você a vencer as barreiras impostas pela timidez, a Universia Brasil preparou uma lista de erros e acertos que certamente serão muito úteis para quem deseja melhorar seu jeito de se comunicar. Veja!

 

Tenha uma postura confiante

A melhor maneira de seguir esse conselho é nunca conversar com alguém olhando para baixo. Manter o contato visual com seu interlocutor passa segurança, além de ser uma maneira de demonstrar atenção.

 

Não acene demais

O maior problema desse hábito é que a pessoa passa a impressão de não estar escutando, além de correr o risco de acabar concordando com algo absurdo e passar vergonha.

Melhore seu vocabulário

Saber as palavras certas para designar diversas situações é uma habilidade fundamental, porque evita generalizações e mal-entendidos. Procure sempre ser específico para se expressar melhor.


Não ignore as pessoas

Em uma conversa com múltiplos participantes é essencial conseguir manter a participação de todos em equilíbrio. Nunca dê atenção em demasia para apenas um dos falantes e observe o comportamento de todos, para dar a impressão de que está interessado no que eles têm a dizer.

 

Perceba sinais da linguagem corporal dos outros

Em termos de postura corporal, não é apenas o que se transmite que importa; aquilo que é captado também interessa muito. Estar atento a sinais de tédio, como bocejos é importante par compreender a aceitação de seu interlocutor ao discurso.

 

Converse, não interrogue

Não transforme sua conversa em um questionário. Para deixar outras pessoas mais dispostas a dar respostas completas, evite perguntas cuja resposta seja sim ou não. Perguntar “por que?” também é uma ótima técnica para continuar com o assunto.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.