Notícias

Professor: Conheça 10 maneiras de estimular a criatividade durante as aulas

      
Fonte: Shutterstock
Fonte: Shutterstock

A sala de aula deve ser um ambiente em que o aluno entra em contato com conteúdos diversos, aplica-os e discute com os colegas para compreendê-los melhor, certo? Entretanto, o papel do professor não se restringe a apenas apresentar um universo desconhecido aos estudantes, afinal ele deve ensiná-los mais do que resolver contas, regras gramaticais e fatos históricos. Em outras palavras, deve haver espaço para o estímulo de outras habilidades, como a criatividade. Confira abaixo dicas para incentivá-la com seus alunos:

 

Leia também:
» Professor: Conheça as vantagens de inserir games na sala de aula
» Descubra os melhores truques para aumentar sua criatividade
» Professor: aprenda 3 lições sobre a dinâmica de uma sala de aula com o filme A Onda

 

Encare como uma habilidade

Criatividade deve ser compreendida por alunos e professores como uma habilidade a ser desenvolvida. Como toda competência, algumas pessoas têm mais facilidade do que outras, mas ainda assim todos podem aperfeiçoá-la. Mas como tornar isso parte da sala de aula? Estimule comportamentos que envolvam o que um grupo de psicólogos aponta como as duas vertentes da criatividade: a primeira que diz respeito a grandes ideias vinculadas às sociedades, como novo estilo literário ou as reivindicações de movimentos sociais, enquanto a outra são maneiras de resolver problemas rotineiros.

 

Crie um ambiente propício para a expressão da criatividade

O pesquisador e psicólogo húngaro Mihály Csikszentmihalyi explicou por meio da expressão “congenial environment” (semelhante a “ambiente agradável”), em 1996, a importância da receptividade das ideias numa comunidade. Em outras palavras, a criatividade do indivíduo deve ser compartilhada num ambiente em que as pessoas estejam dispostas a ouvir o outro e apoiá-lo. Por isso, crie um ambiente no qual os estudantes se sintam confortáveis para dividir com os colegas seus pensamentos, sem que haja deboche ou menosprezo pelo o que foi dito e, sobretudo, pelo aluno que se manifestou.

 

Incentive a curiosidade

Uma maneira de estimular o pensamento criativo é descobrir quais são os interesses dos seus alunos, porque estas são as fontes de inspiração deles. Encoraje-os a se informar mais sobre esses temas para instigar a curiosidade dos alunos. Além disso, permita que os alunos tenham um espaço para fazer perguntas e refletirem como sala sobre sua solução ou implicações.

 

Inclua cultura às aulas

A cultura é fruto da criatividade de alguns, enquanto esta é estimulada pelas variadas expressões artísticas. Se você quer incentivar que seus alunos pensem fora da caixa, associe os conteúdos trabalhados em sala com as artes plásticas, música, literatura, quadrinhos e até intervenções urbanas. Uma maneira interessante pode ser dar uma aula interdisciplinar, aliando arte a sua matéria.

 

Pense no mercado de trabalho

Atualmente, quando abre uma vaga de emprego numa empresa, os gestores buscam preenchê-la com profissionais que não apenas tenham as habilidades necessárias para a execução de determinadas tarefas, mas também que eles sejam inovadores para propor novos projetos e soluções não antes pensadas. Lembre-se disso caso você se questione se deve ou não incluir a criatividade como meta da sua disciplina neste semestre.

 

Ainda está muito abstrato para você como estimular a criatividade em sala de aula? Então tente um destes dois métodos:

 

Modelo de Osbourne-Parnes

Peça para que seus alunos desenvolvam um trabalho, por exemplo, seguindo essas seis etapas:

1 – Estabeleça uma meta

2 – Pesquise

3 – Esclareça qual é o problema em questão

4 – Reflita

5 – Desenvolva suas ideias

6 – Planeje como colocar suas ideias em prática

 

Modelo de E. Paul Torrance

Por meio destes três passos você conseguirá incentivar o pensamento criativo de seus estudantes:

1 – Relacione o conteúdo trabalhado com a vida cotidiana dos estudantes

2 – Planeje a exposição dos conteúdos de novas maneiras

3 – Desenvolva maneiras para que o estudante não reflita sobre as questões estudadas apenas em sala de aula. Sugira filmes, livros e outras formas de ampliar o aprendizado

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.