Notícias

Aprenda a fazer escolhas sem se estressar

      
Fonte: Shutterstock
Fonte: Shutterstock

Ao longo do dia, as pessoas tomam tantas decisões que acabam não percebendo a quantidade e a importância delas. Apesar de frequente, esse processo envolve variados níveis de dificuldade e pode se tornar assustador, dependendo de como cada um lida com as situações.

 

Leia também:
» O que fazer quando você precisa tomar decisões difíceis
» Aprenda a fazer escolhas no seu dia-a-dia e melhore sua capacidade de decisão
» Descubra o que são hábitos da mente e tome melhores decisões

 

No entanto, até mesmo para os que se sentem menos confortáveis em escolher podem se tornar mais seguros em suas determinações, basta saber quais habilidades devem ser estimuladas.

 

Saber como empregar sua energia é importante neste sentido. Quando se está no meio de uma escolha que envolva muitas consequências, como a compra de uma casa, o melhor é se concentrar nela e não se apegar em problemas menores. Ao simplificar as tarefas diárias e eliminar pequenas decisões, sobra mais tempo para resolver a questão mais complexa e, portanto, acabar logo com o foco deestresse.

 

Também fica mais fácil seguir um caminho quando se sabe para onde está indo. Ter um objetivo principal é importante para estabelecer prioridades e, consequentemente, saber o que deve ser deixado de lado ou não.

 

Da mesma forma, confiar em si mesmo e em seus instintos tem papel fundamental nesse processo. É claro que analisar opções e pesar prós e contras são métodos efetivos, porém, as bases do raciocínio puramente lógico não contemplam fatores externos que influenciam muito no contexto geral das alternativas, especialmente no campo afetivo.

 

Ainda assim, por ser um fator subjetivo, a confiança nos próprios sentimentos leva ao medo de fazer uma avaliação errada e se prejudicar. O ideal é superar essa sensação, seja se preparando para um efeito negativo, incluindo os riscos na sua decisão, ou mesmo trabalhando a autoconfiança, caso perceba que o medo é apenas psicológico e não embasado em perigos reais.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.