Notícias

Está estudando espanhol? Veja como melhorar o desempenho fugindo de 3 erros

      
Fonte: Shutterstock
Fonte: Shutterstock

O espanhol é uma das línguas mais faladas em todo o mundo e sua importância é crescente. Ao todo, é adotado como língua oficial em 21 países, o que o coloca na posição de segundo idioma mais falado do mundo, com 500 milhões de praticantes (segundo dados do Instituto Cervantes). Sendo assim, é natural que cada vez mais pessoas se interessem em estudá-lo, inclusive como um diferencial no currículo.

 

Leia também:
» Como se preparar para os exames de proficiência em espanhol
» Idiomas online: 5 aplicativos e sites para começar a estudar uma nova língua
» Idiomas online: veja sites para treinar novas línguas

 

Embora a língua materna de Cervantes seja próxima ao português, existem muitas diferenças que acabam confundindo os brasileiros que estão estudando espanhol. Se você quer aprimorar suas habilidades neste idioma, confira 3 erros que você não pode cometer:

 

1 – Falsos cognatos

Por algumas palavras soarem parecidas em português e espanhol, não significa que elas tenham o mesmo significado, ao contrário! Um exemplo disso é a palavra "oficina", que em espanhol significa escritório. Esse é um caso típico de falso cognato, que deve ser estudado com atenção para evitar problemas de comunicação e gafes.

 

2 – Utilizar as estruturas do português

Novamente, pela ideia de proximidade das línguas, os estudantes acabam apelando para o chamado “portunhol” para tentar expressar as ideias. Isso é um dos piores erros de quem está aprendendo pois pode causar graves confusões semânticas que irãoprejudicar o ensino. Um dos exemplos desse hábito é utilizar palavras em português que também existem no espanhol, embora elas não sejam comumente empregadas. É o caso de "mas", que mantém o significado de oposição na língua espanhola, porém, para os nativos, o usual é empregar a palavra "pero".

 

3 – Não treinar o sotaque

Muitos estudantes acabam misturando os sotaques e pronunciando as palavras em português. Embora seja possível compreendê-las, o ideal é que você domine todas as características do espanhol, o que também inclui a pronúncia. Por isso, o melhor é se esforçar para trabalhar cada vez mais as habilidades de fala.

 

Quer conhecer mais dicas para aprender novos idiomas? Leia todas as notícias de Educação. Comente e compartilhe abaixo

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.