text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Conheça 5 palavras que você DEVE evitar nos seus textos

      
<p><strong>Escrever de modo objetivo e sucinto costuma ser um desafio para muitos estudantes</strong>, sobretudo aqueles que não têm o <a title=Mais de 2000 livros grátis href=https://noticias.universia.com.br/tag/livros-grátis/>hábito de ler</a> e, por isso, costumam encontrar dificuldades para se expressar em redações mais formais. No entanto, para que você possa <a title=Três formas de escrever a sua redação nos moldes do Enem 2015 href=https://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2015/06/02/1126214/tres-formas-escrever-redaco-moldes-enem-2015.html>elaborar textos melhores</a> comece dando pequenos passos como eliminar termos que não são bem vistos nos vestibulares e em situações cotidianas.<br/><br/></p><p><span style=color: #333333;><strong>Veja também:</strong></span><br/><a style=color: #ff0000; text-decoration: none; text-weight: bold; title=Confira todas as dicas sobre a redação do Enem 2015 href=https://noticias.universia.com.br/tag/redação-enem-2015>» <strong>Confira todas as dicas sobre a redação do Enem 2015</strong></a><br/><a style=color: #ff0000; text-decoration: none; text-weight: bold; title=4 truques para escrever melhor href=https://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2015/08/25/1130316/4-truques-escrever-melhor.html>» <strong>4 truques para escrever melhor</strong></a><br/><a style=color: #ff0000; text-decoration: none; text-weight: bold; title=Todas as notícias de Educação href=https://noticias.universia.com.br/educacao>» <strong>Todas as notícias de Educação</strong></a></p><p><br/><strong>A seguir, confira uma lista de palavras que você deve evitar e conheça os motivos para isso:</strong></p><p><strong><br/>1 – Fui</strong></p><p>Numa narrativa em primeira pessoa, por exemplo, usar o verbo “ir” pode ser um modo um pouco simplista de se expressar, já que existem muitas maneiras de chegar a algum lugar. Então, não fique apenas no básico. Diga que você “dirigiu até a farmácia”, “caminhou até o ponto de ônibus” ou “correu até sua casa”, por exemplo.</p><p><strong><br/>2 – Absolutamente</strong></p><p>Esta é uma palavra que geralmente reforça uma ideia, ou seja, se você diz para alguém que ela “está absolutamente correta”, não quer dizer outra coisa senão que ela está certa. Este advérbio é um mero acessório de ênfase, de modo que você deve usá-lo com parcimônia para que você não soe redundante.</p><p><strong><br/>3 – Muito</strong></p><p>Usar este termo em excesso pode demonstrar ao seu leitor que você tem preguiça de pensar numa palavra que compreenda a magnitude do que você quer dizer. Por exemplo, você pode dizer que “muito triste”, mas não seria mais sintético falar que está “melancólico”? Afinal, a ideia transmitida é a mesma. No caso de quantificar alguma coisa, como o número de pessoas que estão matriculadas em escolas públicas, seja mais específico. Aponte os dados, porque ser genérico pode apenas prejudicar sua argumentação.</p><p><strong><br/>4 – Sempre</strong></p><p>Este termo, assim como “nunca”, tende a ser um exagero da parte do autor porque, dificilmente, ele age da mesma maneira todas as vezes que se vê diante daquela situação. Para que você não passe uma informação falsa, evite-o. Use “sempre” apenas quando tiver que transmitir uma instrução.</p><p><strong><br/>5 – Coisa</strong></p><p>Este é um termo genérico, que não diz nada. Por isso, utilizá-lo em produções textuais pode não ser uma boa ideia. Se não há uma maneira de descrever esta “coisa” ou outra palavra para substituí-la, o melhor a se fazer é não escrever esta frase.</p><p> </p>

Escrever de modo objetivo e sucinto costuma ser um desafio para muitos estudantes, sobretudo aqueles que não têm o hábito de ler e, por isso, costumam encontrar dificuldades para se expressar em redações mais formais. No entanto, para que você possa elaborar textos melhores comece dando pequenos passos como eliminar termos que não são bem vistos nos vestibulares e em situações cotidianas.

Veja também:
» Confira todas as dicas sobre a redação do Enem 2015
» 4 truques para escrever melhor
» Todas as notícias de Educação


A seguir, confira uma lista de palavras que você deve evitar e conheça os motivos para isso:


1 – Fui

Numa narrativa em primeira pessoa, por exemplo, usar o verbo “ir” pode ser um modo um pouco simplista de se expressar, já que existem muitas maneiras de chegar a algum lugar. Então, não fique apenas no básico. Diga que você “dirigiu até a farmácia”, “caminhou até o ponto de ônibus” ou “correu até sua casa”, por exemplo.


2 – Absolutamente

Esta é uma palavra que geralmente reforça uma ideia, ou seja, se você diz para alguém que ela “está absolutamente correta”, não quer dizer outra coisa senão que ela está certa. Este advérbio é um mero acessório de ênfase, de modo que você deve usá-lo com parcimônia para que você não soe redundante.


3 – Muito

Usar este termo em excesso pode demonstrar ao seu leitor que você tem preguiça de pensar numa palavra que compreenda a magnitude do que você quer dizer. Por exemplo, você pode dizer que “muito triste”, mas não seria mais sintético falar que está “melancólico”? Afinal, a ideia transmitida é a mesma. No caso de quantificar alguma coisa, como o número de pessoas que estão matriculadas em escolas públicas, seja mais específico. Aponte os dados, porque ser genérico pode apenas prejudicar sua argumentação.


4 – Sempre

Este termo, assim como “nunca”, tende a ser um exagero da parte do autor porque, dificilmente, ele age da mesma maneira todas as vezes que se vê diante daquela situação. Para que você não passe uma informação falsa, evite-o. Use “sempre” apenas quando tiver que transmitir uma instrução.


5 – Coisa

Este é um termo genérico, que não diz nada. Por isso, utilizá-lo em produções textuais pode não ser uma boa ideia. Se não há uma maneira de descrever esta “coisa” ou outra palavra para substituí-la, o melhor a se fazer é não escrever esta frase.

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.