text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Professor: conheça 3 erros comuns ao dar aulas usando tecnologia

      
Fonte: Shutterstock

Muitos professores se sentem receosos ao utilizar a tecnologia na sala de aula com medo de cometer deslizes. Para que você possa se preparar e evitar que isso ocorra, a Universia Brasil reuniu 3 erros mais comuns ao inserir aparelhos e recursos digitais na escola. Confira:

Veja também:
» “Aprendizagem precisa de um olhar de rede”, diz especialista
» Professor: Descubra modos de estimular a participação dos seus alunos mais tímidos
» Todas as notícias de Educação


1 – O próprio docente escolher a tecnologia

Pode parecer estranho no primeiro momento, mas abrir o processo de preparação da aula para os estudantes é algo bastante benéfico, sobretudo se você considerar que eles provavelmente têm mais familiaridade com a tecnologia do que você. Por isso, deixe-os escolher os aparelhos e ferramentas utilizados nas dinâmicas em sala de aula. Eles mesmos poderão conduzir uma apresentação oral diferente, por exemplo, e ensinar os colegas novas habilidades.


2 – Acreditar que a tecnologia é uma distração

Muitos professores pensam que os dispositivos não podem oferecer a turma experiências de aprendizagem valiosas porque representam uma fonte de distração. Se elas são capazes de atrair a atenção dos estudantes, por que não usar isso ao seu favor?


3 – Não começar pelo final da atividade

Se você não sabe aonde quer chegar com aquela atividade, é de fato possível que os alunos se percam em meio à dinâmica da sala de aula. Por isso, pense qual é o seu objetivo com esta tarefa e crie o caminho no qual você inserirá a tecnologia a partir dele. Assim, nem você, nem seus alunos se perderão durante o processo.

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.