text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Escolas têm mais computadores, mas conexão à internet ainda é ruim

      
Shutterstock
Shutterstock

O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), por meio do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br), divulgou, nesta segunda-feira, a pesquisa TIC Educação 2014.

 

Veja também:

» Professor: conheça 3 erros comuns ao dar aulas usando tecnologia
» Curso online e gratuito mostra como usar tecnologia em sala de aula
» Todas as notícias de Educação

 

O levantamento é usado, desde 2010, para investigar o uso e a apropriação dos computadores e internet nas escolas públicas e privadas do Brasil, localizadas em áreas urbanas. A pesquisa mapeou as condições de 930 colégios e ouviu mais de 13.000 alunos e profissionais da educação, no período de setembro de 2014 a março de 2015.

 

De uma maneira geral, a TIC Educação mostrou que os professores brasileiros têm interesse em utilizar recursos digitais educacionais em sala de aula, mas nem sempre podem contar com infraestrutura e capacitação profissional. Para Alexandre Barbosa, gerente do Cetic.br, embora a infraestrutura de tecnologia esteja avançando nas escolas, o seu uso e aplicação pedagógica ainda é um desafio.

 

Os resultados também revelaram que 93% das escolas com computadores oferecem acesso à internet, mas a velocidade da conexão à rede pode ser precária, principalmente nas escolas públicas, em que 41% dos estabelecimentos têm acesso com até 2 megabits/s. “A velocidade da conexão ainda é uma das principais barreiras, especialmente se considerada a necessidade de uso simultâneo de equipamentos”, afirma Barbosa.

 

Outro dado relevante é que o número de computadores portáteis e tablets aumentou dentro das instituições de ensino. Das escolas públicas ouvidas na pesquisa, 79% disseram ter notebooks (em 2013 eram 73%) e 29% tablets (em 2013 eram 11%).

 

O uso das redes em dispositivos móveis, como o celular, também cresceu dentro do ambiente escolar. Nas escolas públicas, 79% dos alunos afirmaram ter acesso à internet pelo Smartphone. Por outro lado, apenas 41% dos estudantes com acesso à internet disseram usar a rede pelos computadores e dispositivos disponíveis nas escolas.

 

Discutindo o tema

Os resultados da pesquisa viraram tema de discussão no IV Seminário Web Currículo e XII Encontro de Pesquisadores em Currículo, que começou na última segunda-feira (21) e vai até o dia 23 deste mês, na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Mais de 600 educadores e pesquisadores vão discutir os desafios em integrar tecnologias digitais e comunicação no currículo de formação de professores.

 

Os debates serão disponibilizados ao vivo pelo site da PUC-SP. Clique aqui para acompanhar.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.