text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Enem 2015: entenda os critérios de correção da prova de redação

      
Fonte: Universia Brasil

Neste fim de semana (24 e 25), acontecerão as provas do Enem 2015. Durante o segundo dia de avaliações, os candidatos terão que realizar a de redação, que vale 1.000 pontos. A Universia Brasil conversou com o professor do laboratório de redação e professor que treinar os corretores do Enem Adrian Chan para entender quais os critérios de correção da prova. Confira para garantir uma redação nota máxima:

 

 

Veja também:
» Drummond é o poeta mais cobrado no Enem
» Enem no Divã: veja o que fazer caso você saiba de um vazamento no Enem
» Todas as notícias sobre o Enem 2015

 

Cadastre-se aqui para receber novidades sobre o ENEM
 

1 – Atentar à língua portuguesa

“É preciso ter muita clareza. A minha sugestão é que os candidatos escrevam períodos curtos e completos. Às vezes, eles acham que isso é sinônimo de pequena extensão, mas não. Eles precisam ser sintaticamente completos. O ideal é usar um sujeito curto, verbo e complemento imediato”, explicou.

 

2 – Aplicar conhecimentos escolares

O docente afirmou que saber usar os conhecimentos que o candidato adquiriu ao longo dos estudos é fundamental. Para ele, “é fundamental que eles utilizem conhecimentos da escola, como História, Geografia, Filosofia, leituras de jornal e exemplos literários”.

 

3 – Utilizar a coletânea

Em todas as edições do Enem, a prova de redação é acompanhada com uma coletânea de textos base. Chan explica que o terceiro critério de correção é usar esse material para criar o próprio texto. “A prova de redação é sempre uma prova de leitura e escrita. Isso não significa copiar os conteúdos que estão presentes na coletânea, mas depreender as ideias básicas que estão norteando a configuração do texto”, afirma.

 

4 – Boa coesão e coerência

Esse é um critério fundamental para que os candidatos consigam escrever um bom conteúdo e atingir uma nota excelente. Segundo ele, “é importante dizer que a coesão não deve ser entendida como uma mera ligação de ideias, mas como um recurso gramatical de resgate de um termo que está presente em um período anterior“, defendendo que os alunos devem usar esses recursos.

 

5 – Apresentação de uma proposta de intervenção

Este é um ponto que deve estar presente obrigatoriamente nas provas dos alunos para que tenham um bom desempenho. O professor Chan diz que “a proposta deve surgir a partir de um problema que se encontra no tema”. Além disso, alerta: os alunos precisam dar uma sugerir uma ideia que seja coerente e embasada no bom senso.

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.