Notícias

Conheça as regras de padronização da ABNT para trabalhos acadêmicos

      
Fonte: Shutterstock

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é responsável pela definição das normas de formatação de projetos de pesquisa e monografias no Brasil. Para produzir trabalhos acadêmicos desse tipo, é essencial conhecer e estar atento aos padrões exigidos e às regras da ABNT. As recomendações da entidade são importantes nos trabalhos de pesquisa porque criam uma uniformidade, ou seja, um padrão que é facilmente compreendido por pesquisadores de todo o mundo. Preparamos um guia completo com as regras mais importantes referentes às normas de estrutura e formatação, para ajudá-lo na hora de produzir um trabalho acadêmico ou monografia. Confira!

Estrutura do trabalho

Elementos pré-textuais

Os chamados elementos pré-textuais são os que se encontram antes do corpo do trabalho. São eles:  

  • capa — leva o nome da instituição de ensino, curso, autor, título do trabalho, cidade e ano;

  • folha de rosto — apresenta nome do autor, título, cidade e ano, além de uma nota descritiva, que contenha os dados, objetivo do trabalho e nome do orientador;

  • dedicatória — um espaço para o autor prestar homenagens e fazer agradecimentos para aqueles que contribuíram com a pesquisa;

  • epígrafe (opcional) — é uma frase relacionada ao trabalho, que tenha servido de inspiração para o autor;

  • resumo — sintetiza em um parágrafo as ideias do trabalho. Deve ter de 150 a 500 caracteres, ser escrito em voz ativa e na terceira pessoa do singular. Também deve conter palavras-chave que identifiquem o tema;

  • sumário — enumera as divisões e seções do trabalho, na mesma ordem em que aparecem no texto.

Elementos textuais

Os elementos textuais compõem o corpo do trabalho e dividem-se em:

  • introdução — a parte inicial do texto. Nela devem ser apresentados os temas tratados no trabalho, como delimitação, justificativa, objetivo da pesquisa e procedimentos adotados;

  • desenvolvimento — corpo do trabalho, a parte principal, onde deve constar uma exposição ordenada do assunto;

  • conclusão — uma recapitulação sintética do assunto e dos resultados da pesquisa, avaliando a contribuição e os méritos de seu trabalho.

Elementos pós-textuais

Os elementos pós-textuais encontram-se no final do trabalho e são:

  • referências bibliográficas — são uma relação de todos os documentos consultados e citados ao longo da pesquisa. Devem ser listadas ao final do trabalho, em ordem alfabética;

  • apêndice (opcional) — um documento elaborado pelo autor do trabalho, destinado a complementar uma ideia;

  • anexo (opcional) — um documento que não foi elaborado pelo autor, mas serve para funda­mentar ou ilustrar uma ideia.

Formatação

Fonte

O corpo do texto deve ser digitado na cor preta, com fonte tamanho 12. As mais usadas costumam ser Arial ou Times New Roman. Os textos podem ser de outras cores, quando usados em ilustrações.

A fonte 10 deve ser usada em citações de mais de três linhas, notas de rodapé, tabelas, fontes e legendas. Todos os textos devem iniciar no anverso da folha, ou seja, na frente. O trabalho deve ser impresso em folha tamanho A4, branca ou reciclada. Recomenda-se que as impressões sejam na frente e no verso das folhas.

Margens

Para o anverso, ou seja, a frente da folha, as margens devem ser:

  • esquerda e superior com 3 cm;

  • direita e inferior com 2 cm.

Para o verso, as margens devem ser:

  • direita e superior com 3 cm;

  • esquerda e inferior com 2 cm.

Confira no exemplo a seguir um modelo de anverso:

Espaçamento

Todo o texto deve ter espaçamento de 1,5 entre as linhas, com exceção das citações com mais de três linhas, notas de rodapé, referências e legendas, que devem ter espaçamento simples.

As notas de rodapé, inclusive, também têm as suas próprias normas de espaçamento definidas pela ABNT. Elas devem estar separadas do texto por uma linha fina e ter espaçamento simples (1.0 entre linhas). Caso haja mais de uma nota, elas devem estar alinhadas levando em consideração a primeira letra de cada uma.

Títulos e subtítulos

Os títulos das seções sempre começam no anverso, ou seja, na frente das folhas. Eles devem estar localizados na parte superior da mancha gráfica e sempre alinhados à esquerda. A numeração dos tópicos vai depender do desenvolvimento do trabalho. Porém, existem normas específicas que garantem a clareza desse sistema no texto.

O sistema mais usado em monografias é a numeração progressiva, que segue as regras da ABNT/NBR-6024. De acordo com seus fundamentos, cada seção deve ser numerada usando apenas algarismos arábicos. Seguindo essa ordem, os títulos de capítulos surgem como seções primárias, os primeiros subtítulos como seções secundárias e assim por diante. É importante lembrar que tais divisões só vão até as seções quinárias (veja quadro com exemplo abaixo).

Para identificá-las, utilizam-se números separados por pontos, a partir da seção secundária.

Lembre-se de que entre o título e os indicadores de seção (números), não há separação por pontos, hifens ou quaisquer sinais gráficos. O que se usa é apenas um toque na barra de espaço (caractere).

Entenda o conceito no exemplo a seguir:

No corpo do texto, a numeração fica desta forma, sempre alinhado à esquerda.

  • 1 TÍTULO (Deve ser colocado em maiúsculas e em negrito).

  • 1.1 Subtítulo (Pode ser escrito em todo em maiúsculas, ou apenas a primeira letra. Também usa negrito).

  • 1.1.1 Subdivisão do subtítulo (Tem apenas a primeira letra em maiúscula e aparecem em negrito).

  • 1.1.1.1 (igual ao anterior).

  • 1.1.1.1.1 (igual ao anterior).

Se ainda for necessário dividir uma seção ou subseção é preciso usar alíneas. Nelas, em vez de números, usam-se letras seguidas por parênteses, como no exemplo a seguir:

a) xx;

b) xx;

c) xxx.

Lembre-se que a numeração do texto deve corresponder exatamente à que estará no sumário.

Numeração de páginas

A parte pré-textual de seu trabalho (folha de rosto, lista de ilustrações, sumário, etc.) deve ser numerada sequencialmente, ou seja, com números romanos. A numeração com algarismos arábicos deve começar a partir da parte textual e continuar até o trecho pós-textual.

O número das páginas em ambos os casos deve estar localizado no canto superior direito, a 2 cm das bordas direita e superior, conforme exemplo abaixo:

Fórmulas e equações

Se o seu trabalho envolve fórmulas e equações, é importante que elas estejam destacadas no texto. Ao utilizá-las, você deve numerá-las com algorítmos entre parênteses, ao lado direito da folha: x² + y² = z² (1)

Ilustrações

A identificação de uma ilustração deve estar localizada em sua respectiva parte superior. Ela deve ser precedida de uma designação, como desenho, fluxograma, fotografia etc., que deve estar em negrito. Logo depois, vêm sua ordem de aparição no texto todo (nunca por capítulo), travessão e o título.

Na parte inferior da ilustração, deve ser indicada a fonte, legenda e outras informações necessárias, como o ano, por exemplo. É importante lembrar que elas precisam aparecer o mais próximo possível de sua referência no texto. Não se esqueça de centralizá-las na folha.

Tabelas

As tabelas também seguem especificações. Ao contrário do que muitos pensam, não são ilustrações. Na parte superior, identificam-se usando a palavra Tabela, seguida por seu número de ordem no texto, travessão e o título. Abaixo, ficam as fontes. As tabelas contam com a própria lista ao final do trabalho. Confira o modelo abaixo para entender melhor:

Citações

As citações podem ser diretas ou indiretas. Veja como fazer citações no seu TCC corretamente.

Direta

Traz o sobrenome do autor em caixa alta, o ano de publicação e a página da citação.  Essa informação deve estar entre parênteses e é separada por vírgulas. Se a citação tem menos de três linhas, então ela é feita no corpo do texto, contando com aspas duplas. Quando a citação tem mais de três linhas, ela deve ter um recuo de 4 cm com relação ao restante do texto, sem destaque de aspas.

Indireta

É uma citação feita dentro do próprio texto, mas que deve conter sobrenome do autor e ano de publicação entre parênteses.

Para obter informações mais detalhadas, de acordo com a necessidade da sua citação, leia a NBR 6023: 2002 e NBR 10522: 1988.

Referências

A formatação das referências deve ser feita da seguinte forma.

Referência é de um livro

Sobrenome do autor em caixa alta, nome do autor, título em negrito, edição, cidade, editora e ano de publicação.

Exemplo:

PELCZAR JUNIOR, J. M. Microbiologia: conceitos e aplicações. 2. ed. São Paulo: Makron Books,. 1996.

Site

Sobrenome do autor em caixa alta, nome do autor, título do texto entre aspas, ano, link e data de acesso.

Exemplo: MORETTI, Isabella. “Regras da ABNT para TCC: conheça as principais normas”. 2014. Disponível em: <http://viacarreira.com/regras-da-abnt-para-tcc-conheca-principais-normas>. Acesso em: 02/01/2017.

Além de uniformizar os trabalhos acadêmicos de todo o país, as regras da ABNT também o ajudam a organizar as informações e estruturá-las dentro do seu trabalho. Quando o conhecimento científico está dentro das normas técnicas, ele indica confiabilidade e segurança.

Esperamos que nosso material possa ajudá-lo a fazer seu trabalho acadêmico com qualidade e de acordo com as normas. Para saber mais sobre o tema, confira tudo o que você precisa saber para começar seu TCC.





Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.