text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Fuvest 2016: divulgada lista de concorrência do vestibular da USP

      
Fonte: Shutterstock

A Fuvest divulgou nesta terça-feira (10) a lista de candidatos por vaga para o vestibular 2016. Nesta edição, o exame contará com 142.721 candidatos, que tentarão ser aprovados no concorrido processo seletivo da Universidade de São Paulo (USP).

 

Veja também:

» Inglês na Fuvest 2016: charges
» Dia Nacional do Livro: conheça as obras da Fuvest
» Todas as notícias de Educação

 

Segundo o levantamento feito pela fundação, o curso mais concorrido de 2016 será Medicina no campus de Ribeirão Preto, que terá, para cada uma das 90 vagas disponibilizadas, uma concorrência de 71,93 candidatos. Em segundo lugar, está Psicologia no campus de São Paulo, com 59,80 candidatos por vaga, e em terceiro, com 58,75 candidatos, está o curso de Medicina, dessa vez do campus de São Paulo.

 

Já o curso menos concorrido da USP, segundo a Fuvest, é Música em Ribeirão Preto (1,70 candidatos por vaga), que apesar de ter baixa procura exige um prova prática de habilidades para que o candidato seja aprovado. Em seguida está a licenciatura em Ciências Exatas, em São Carlos (2,49 candidatos/vaga), e Ciência dos Alimentos, no campus de Piracicaba (3,08 candidatos/vaga).

 

Para consultar a relação completa da concorrência do vestibular da USP 2016, clique aqui.

 

Vestibular Fuvest 2016

Conhecido por ser um dos mais concorridos do país, o vestibular da Fuvest terá sua primeira fase de provas no dia 29 de novembro, às 13h. A prova tem um total de 90 questões, que abordam conteúdos de matemática, português, história, geografia, biologia, física, química e inglês, com duração de 5 horas. A segunda fase é composta por três provas discursivas, que abordam, além das matérias do ensino médio, questões específicas selecionadas de acordo com a carreira escolhida pelo candidato. Nesta fase do processo, o exame é aplicado em três dias (10, 11 e 12 de janeiro), com duração de 4 horas por prova.

 

A edição de 2016 será a primeira a ter o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como parte do processo seletivo. Nem todas as escolas da USP aderiram a nova medida, mas cursos importantes como Direito do Largo São Francisco e Medicina de Ribeirão Preto, que terá 10% de suas vagas preenchidas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), usarão a nota do exame.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.