text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Falta de sono pode provocar ganho de peso em calouros, aponta estudo

      
<p><strong>Dormir pouco no primeiro ano de faculdade</strong> pode influenciar no ganho de peso. É o que indica uma pesquisa realizada pelo jornal <strong>Behavioral Sleep Medicine, </strong>que analisou os hábitos de sono de 132 calouros da <strong>Universidade de Brown,</strong><strong>nos</strong><strong>Estados Unidos</strong>.</p><p> </p><p><span style=color: #333333;><strong>Você pode ler também:</strong></span><br/><a style=color: #ff0000; text-decoration: none; text-weight: bold; title=Estudo revelou que dormir mais de 7h por noite é tão prejudicial quanto dormir pouco href=https://noticias.universia.com.br/ciencia-tecnologia/noticia/2014/09/05/1110943/estudo-revelou-dormir-7h-noite-to-prejudicial-quanto-dormir-pouco.html>»<strong>Estudo revelou que dormir mais de 7h por noite é tão prejudicial quanto dormir pouco</strong></a><br/><a style=color: #ff0000; text-decoration: none; text-weight: bold; title=Estudantes que aprendem online têm melhor desempenho, diz estudo href=https://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2015/11/12/1133633/estudantes-aprendem-online-melhor-desempenho-diz-estudo.html>»<strong>Estudantes que aprendem online têm melhor desempenho, diz estudo</strong></a><br/><a style=color: #ff0000; text-decoration: none; text-weight: bold; title=Todas as notícias de Educação href=https://noticias.universia.com.br/educacao><span style=color: #ff0000;>» </span><strong style=color: #ff0000; text-decoration: none;>Todas as notícias de Educação</strong></a></p><p><br/> Segundo o jornal <strong>The New York Times</strong>, os universitários que participaram do estudo registraram diariamente o seu próprio sono. Após um período de nove semanas, <strong>mais da metade dos participantes tiveram um ganho no peso de aproximadamente 6 quilos</strong>. A reportagem afirmou que, durante o período de análise, os jovens dormiram cerca de 7 horas e 15 minutos por noite, ao invés do tempo de sono recomendando para adolescentes, que é por volta de 9 horas e 15 minutos a cada noite.</p><p> </p><p>O estudo considerou a diminuição nas horas de sono como um dos fatores que podem ter impulsionado o ganho de peso nos calouros. <strong>Durante a pesquisa, os universitários costumavam se deitar por volta da 1h30 da manhã</strong>.</p><p> </p><p>Em outro estudo, realizado pelo jornal PLOS One, foi apontado o seguinte fator: adolescentes que têm o costume de dormir pouco apresentam maior tendência a consumir doces e sobremesas.</p><p> </p><p>Voltando ao estudo realizado em Brown, os pesquisadores também identificaram outro fator de influência no ganho de peso dos jovens: <strong>a variação entre o horário de dormir e de acordar</strong> na rotina dos estudantes. Esse impacto teve maior frequência com o público masculino, apontou a reportagem.</p><p> </p><p>Os resultados ainda indicaram que, durante a pesquisa na universidade norte-americana, <strong>a maior parte dos alunos que engordaram é do sexo feminino</strong>. Já analisando cada participante de forma individual, foi observado que os meninos ganharam mais peso do que as meninas.</p><blockquote style=text-align: center;> </blockquote>
Fonte: Shutterstock

Dormir pouco no primeiro ano de faculdade pode influenciar no ganho de peso. É o que indica uma pesquisa realizada pelo jornal Behavioral Sleep Medicine, que analisou os hábitos de sono de 132 calouros da Universidade de Brown,nosEstados Unidos.

 

Você pode ler também:
»Estudo revelou que dormir mais de 7h por noite é tão prejudicial quanto dormir pouco
»Estudantes que aprendem online têm melhor desempenho, diz estudo
» Todas as notícias de Educação


Segundo o jornal The New York Times, os universitários que participaram do estudo registraram diariamente o seu próprio sono. Após um período de nove semanas, mais da metade dos participantes tiveram um ganho no peso de aproximadamente 6 quilos. A reportagem afirmou que, durante o período de análise, os jovens dormiram cerca de 7 horas e 15 minutos por noite, ao invés do tempo de sono recomendando para adolescentes, que é por volta de 9 horas e 15 minutos a cada noite.

 

O estudo considerou a diminuição nas horas de sono como um dos fatores que podem ter impulsionado o ganho de peso nos calouros. Durante a pesquisa, os universitários costumavam se deitar por volta da 1h30 da manhã.

 

Em outro estudo, realizado pelo jornal PLOS One, foi apontado o seguinte fator: adolescentes que têm o costume de dormir pouco apresentam maior tendência a consumir doces e sobremesas.

 

Voltando ao estudo realizado em Brown, os pesquisadores também identificaram outro fator de influência no ganho de peso dos jovens: a variação entre o horário de dormir e de acordar na rotina dos estudantes. Esse impacto teve maior frequência com o público masculino, apontou a reportagem.

 

Os resultados ainda indicaram que, durante a pesquisa na universidade norte-americana, a maior parte dos alunos que engordaram é do sexo feminino. Já analisando cada participante de forma individual, foi observado que os meninos ganharam mais peso do que as meninas.

 

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.