text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Fuvest muda local de prova devido ocupação de escola

      
Fonte: Shutterstock

Nesta terça-feira (24), a Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) optou por mudar um dos locais de prova da primeira fase do vestibular da USP e Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa São Paulo, que acontecerá neste domingo (29), devido a ocupação da escola onde seria aplicado o exame, segundo entrevista ao jornal SPTV, da Rede Globo.

 

Você pode ler também:

» Em protesto, manifestantes ocupam 25 escolas em São Paulo
» Fuvest 2016: divulgada lista de concorrência do vestibular da USP
» Todas as notícias de Educação

 

A Escola Estadual Conselheiro Crispiniano, que fica em Guarulhos, foi ocupada nesta segunda-feira (23) e é a segunda instituição do município a ser tomada pelos alunos e manifestantes que são contra a reorganização do ensino proposta pelo Governo de São Paulo.

 

De acordo com a Fuvest, os alunos que fariam a prova deste domingo na Conselheiro Crispiniano serão remanejados para outros locais e receberão uma notificação por e-mail sobre a mudança.

 

Locais de prova Fuvest

Os estudantes que irão prestar a primeira fase do vestibular da Fuvest podem consultar o local de prova pelo site oficial da fundação. Após acessar a página, basta informar nome completo, CPF ou número de inscrição no exame para saber o endereço.

 

Vestibular Fuvest

A primeira fase do vestibular da USP e Santa Casa acontecerá neste domingo, 29 de novembro. Às 12h30 serão abertos os portões, que permanecerão liberados até às 13h, início de aplicação das provas. O exame tem duração total de 5 horas, mas os estudantes poderão deixar a sala às 16h, três horas após seu início.

 

A prova deste domingo será composta por 90 questões de múltipla escolha, todas baseadas em conteúdos das disciplinas dadas durante ensino médio: biologia, física, geografia, história, inglês, matemática, português e química.

 

A lista de aprovados na primeira fase será divulgada no dia 21 de dezembro, juntamente com os locais de prova da segunda fase da Fuvest 2016, que acontecerá nos dias 10, 11 e 12 de janeiro.

 

Entenda a reorganização do ensino em São Paulo

O projeto de reorganização do ensino é uma proposta da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e prevê o fechamento de 94 escolas da rede pública estadual e a transferência de 311 mil alunos para outras escolas. Se principal objetivo é organizar os estudantes em unidades de ensino conforme seu ciclo escolar, que pode ser Fundamental I, Fundamental II e Ensino Médio.

 

Em entrevista ao portal Universia Brasil, o dirigente regional de ensino professor Sandoval Cavalcante disse que a reestruturação visa, antes de qualquer coisa, “melhorar a qualidade de ensino no estado de São Paulo e não representa uma ameaça aos alunos, professores e gestores”.

 

O dirigente também contou à reportagem que a mudança foi motivada por uma pesquisa da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), que constatou que escolas de ciclo único já existentes em São Paulo têm rendimento 10% maior do que aquelas com segmentos distintos. “A pesquisa também concluiu que, nos últimos 20 anos, o número de alunos da rede pública estadual diminuiu de, aproximadamente, 6 milhões para 4 milhões”, disse Cavalcante, para justificar o fechamento de unidades de ensino.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.