text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Fuvest 2016: dicas para o vestibular

      
Fonte: Shutterstock

Vai prestar o vestibular da Fuvest neste domingo (29)? O Portal Universia Brasil conversou com o coordenador do curso Poliedro Francisco Pequê, que contou as dicas e estratégias mais importantes para se sair bem na primeira fase da prova. Veja a seguir:

 

Você pode ler também:

» Fuvest altera mais 10 locais de prova do vestibular 2016
» Fuvest 2016: divulgada lista de concorrência do vestibular da USP
» Todas as notícias de Educação

 

1 - Véspera da Fuvest

Segundo Pequê, na véspera do exame, não existe uma fórmula que deva ser seguida pelos alunos. Antes de qualquer coisa, é preciso que eles entendam quais atitudes trarão mais benefícios ao seu desempenho, dependendo do nível de exaustão e necessidade de estudos.

 

“Se for para fazer revisão, o ideal é que ela seja mais leve. Ou seja, nada de ficar horas e horas estudando. No entanto, se o aluno sentir que essa revisão vai mais atrapalhar do que ajudar, ou se estiver muito ansioso para a prova, nós recomendamos que ele descanse”, aconselha o professor.

 

Outra dica importantíssima é cuidar bem do sono e da alimentação, principalmente no sábado, um dia antes do exame. “Ele precisa jantar direito e dormir direito, para que possa acordar cedo no domingo e ter tempo de tomar café-da-manhã e também almoçar. Afinal, ele irá se submeter a uma guerra de 5 horas e vai precisar de energia”, afirma Pequê.

 

2 - Dicas para a prova 

Francisco Pequê explica que não basta seguir o fluxo da prova e ir resolvendo as questões conforme elas forem aparecendo. É preciso ter uma estratégia de ação. “Primeiro, lembre-se que a prova vai começar e você está nervoso. Por isso, antes de abrir o caderno, respire fundo e tente se ambientar”, diz.

 

“Quando for resolver as questões, é importante ter em mente a ordem de matérias que você vai seguir. Dificilmente a ordem do caderno será aquela idealizada pelo aluno. Se uma pessoa que tem dificuldade em matemática encontrar a matéria como primeira parte da prova, provavelmente ela irá resolver o restante dos exercícios com bastante desânimo”, explica Pequê.

 

Segundo o coordenador, o candidato deve basear a sua estratégia em quais são as matérias ideais para cada momento da prova. No começo do exame, a dica é apostar em uma disciplina mais motivadora, que o aluno tenha confiança. Em seguida, no clímax da prova, ele deve atacar as questões mais difíceis e desafiadoras. Para o final, é ideal que o estudante deixe os exercícios das matérias mais simples, que ele consiga resolver com maior naturalidade.

 

3 - Gabarito da Fuvest

Outra dica importante, segundo o coordenador, é reservar os últimos 20 minutos para preencher o gabarito da prova. “Alguns alunos preenchem o gabarito conforme vão resolvendo os exercícios, mas isso não é recomendado”. O motivo, segundo Pequê, é que se o estudante passar para a questão seguinte, tiver um insight e mudar de ideia sobre a sua resposta, aquela será uma questão perdida.

 

4 - Relaxar depois da prova

Para o coordenador, ainda mais importante do que as atitudes na véspera e durante a prova é a forma como o aluno irá agir depois que o exame tiver terminado. “Nessa fase, o psicológico dos alunos está um pouco abalado. Por isso, quando terminar a Fuvest, é preciso se lembrar de uma coisa: a prova é de um único dono e pertence somente a você. Qualquer comentário que ouvir na mídia ou de algum outro candidato não reflete, necessariamente, a verdade”, comenta. “Por isso, faça a prova e não se preocupe com o resto”, aconselha Pequê.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.