text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Professor 3 plataformas para aplicar nas salas de aula

      
<p>O avanço tecnológico faz com que as salas de aula se modernizem sempre, para que os alunos sintam-se mais motivados a estudarem e possam aproveitar <a title=Professor conheça os benefícios de usar ferramentas do Google nas aulas href=https://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2015/07/06/1127764/professor-conheca-beneficios-usar-ferramentas-google-aulas.html>boas ferramentas de ensino</a>. Visando aumentar a identificação dos alunos com os estudos, os professores devem tentar inserir essas plataformas no dia a dia da turma, fazendo com que a participação da tecnologia torne-se rotineira. Além disso, muitas delas incentivam o ensino colaborativo, uma tendência atualmente. Assim, <strong> confira quais plataformas você pode apresentar aos seus alunos e que melhorarão o aprendizado:</strong></p><p> </p><p><span style=color: #333333;><strong>Você pode ler também:</strong></span><br/><br/><a style=color: #ff0000; text-decoration: none; text-weight: bold; title=Professor: como construir uma relação de confiança em sala de aula href=https://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2015/12/21/1134873/professor-construir-relacao-confianca-sala-a ula.html>» <strong>Professor: como construir uma relação de confiança em sala de aula</strong></a><br/><a style=color: #ff0000; text-decoration: none; text-weight: bold; title=Professor: confira como usar o Skype na sala de aula href=https://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2015/12/11/1134638/professor-confira-usar-skype-sala-aula.html>» <strong>Professor: confira como usar o Skype na sala de aula</strong></a><br/><a style=color: #ff0000; text-decoration: none; text-weight: bold; title=Todas as notícias de Educação href=https://noticias.universia.com.br/educacao>» <strong>Todas as notícias de Educação</strong></a></p><p> </p><p><strong> 1 – <a title=Cursos online e redes sociais serão recursos mais usados por universidades href=https://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2015/11/18/1133817/cursos-online-redes-sociais-recursos-usados-universidades.html>Utilize as redes sociais <br/></a></strong><br/> Você pode interagir com os seus alunos por meio das redes sociais, como o Facebook. É possível criar grupos para as salas, com o objetivo de manter os estudantes informados sobre todas as atividades que acontecerão na sala de aula. Você pode deixar recados, compartilhar materiais usados em classe e até mesmo criar debates construtivos entre os alunos.</p><p> </p><p><strong> 2 – Crie um blog para a sala <br/></strong><br/> Além de incentivar que os alunos treinem a escrita, você pode publicar comunicados, propostas de trabalhos, criar exercícios para serem realizados por meio do blog etc. A principal vantagem dos blogs é que o conteúdo fica todo registrado em um mesmo local, facilitando a busca por determinado conteúdo quando necessário. Também é interessante criar fóruns de discussão, fazendo com que os estudantes tenham uma participação ativa na plataforma.</p><p> </p><p><strong> 3 – Utilize Wikis <br/></strong><br/> A ideia central da plataforma é criar um conteúdo colaborativo, ou seja, escrito por diversas pessoas diferentes. Há possibilidade de manter o site com acesso restrito a certas pessoas, como deixa-lo público, fazendo com que qualquer um possa modificá-lo. Você pode criar uma página wiki para sua turma e fazer com que eles criem ali. É possível criar discussões, montar um cronograma das aulas com datas importantes etc. O essencial é que a plataforma esteja sempre atualizada e faça com que a vida escolar seja mais tranquila e organizada.</p>
Fonte: Shutterstock

O avanço tecnológico faz com que as salas de aula se modernizem sempre, para que os alunos sintam-se mais motivados a estudarem e possam aproveitar boas ferramentas de ensino. Visando aumentar a identificação dos alunos com os estudos, os professores devem tentar inserir essas plataformas no dia a dia da turma, fazendo com que a participação da tecnologia torne-se rotineira. Além disso, muitas delas incentivam o ensino colaborativo, uma tendência atualmente. Assim, confira quais plataformas você pode apresentar aos seus alunos e que melhorarão o aprendizado:

 

Você pode ler também:

» Professor: como construir uma relação de confiança em sala de aula
» Professor: confira como usar o Skype na sala de aula
» Todas as notícias de Educação

 

1 – Utilize as redes sociais

Você pode interagir com os seus alunos por meio das redes sociais, como o Facebook. É possível criar grupos para as salas, com o objetivo de manter os estudantes informados sobre todas as atividades que acontecerão na sala de aula. Você pode deixar recados, compartilhar materiais usados em classe e até mesmo criar debates construtivos entre os alunos.

 

2 – Crie um blog para a sala

Além de incentivar que os alunos treinem a escrita, você pode publicar comunicados, propostas de trabalhos, criar exercícios para serem realizados por meio do blog etc. A principal vantagem dos blogs é que o conteúdo fica todo registrado em um mesmo local, facilitando a busca por determinado conteúdo quando necessário. Também é interessante criar fóruns de discussão, fazendo com que os estudantes tenham uma participação ativa na plataforma.

 

3 – Utilize Wikis

A ideia central da plataforma é criar um conteúdo colaborativo, ou seja, escrito por diversas pessoas diferentes. Há possibilidade de manter o site com acesso restrito a certas pessoas, como deixa-lo público, fazendo com que qualquer um possa modificá-lo. Você pode criar uma página wiki para sua turma e fazer com que eles criem ali. É possível criar discussões, montar um cronograma das aulas com datas importantes etc. O essencial é que a plataforma esteja sempre atualizada e faça com que a vida escolar seja mais tranquila e organizada.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.