text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Aumenta número de estudantes brasileiros em Portugal

      
Fonte: Shutterstock

O número de estudantes brasileiros em instituições portuguesas de educação superior vem aumentando desde 2014, graças à adoção da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como critério de seleção para 11 universidades e institutos de ensino do país. A ausência de barreiras relacionadas ao idioma, já que os dois países falam a mesma língua (em variantes diferentes) também é um fator importante.

 

Você pode ler também:

» Nota do Enem 2015 sairá no dia 8 de janeiro
» Correção da redação do Enem 2015 pode sair em janeiro
» Todas as notícias sobre o Enem 2015

 

Para se candidatar, o estudante precisa ter feito o Enem nos últimos três anos e alcançado uma nota mínima de 600 pontos, que pode variar de acordo com a área e curso escolhidos. É preciso que o aluno fique atento ao calendário de inscrições da instituição de sua preferência para não perder o prazo de candidatura. Cada uma das escolas segue seu próprio cronograma de inscrições.

 

A Universidade de Coimbra (UC), mais antiga de Portugal, foi a primeira a aceitar o Enem e é um dos destinos favoritos dos alunos do Brasil. Entre os cursos mais procurados estão Arquitetura, Direito, Economia, Engenharia Civil, Relações Internacionais e Sociologia. Em virtude da demanda e grande concorrência, somente o curso de medicina não tem vagas disponíveis para brasileiros na UC.

 

Em 2014, 100 brasileiros foram aceitos na universidade lusa. No ano passado, foram 192. O prazo para se candidatar a uma das 470 vagas dos 35 cursos de licenciatura e 10 em mestrado integrado com a graduação já está aberto e vai até o dia 11 de janeiro de 2016. Quem perder o primeiro prazo poderá se inscrever entre 1º de fevereiro e 15 de março, ou 13 de junho e 13 de julho.

 

Estudar em Portugal

Ao contrário do Brasil, onde há instituições públicas e privadas de ensino superior, Portugal conta, somente, com cursos de graduação pagos. Para os alunos estrangeiros que desejam estudar no país, será preciso desembolsar, anualmente, um total de 10 parcelas de 700 euros, além do valor das taxas de admissão, que somam 115 euros. Para que a inscrição na instituição seja concluída, o aluno deve pagar três das parcelas como forma de adiantamento.

 

Veja abaixo as instituições portuguesas que aceitam o Enem:

 

Instituto Politécnico do Beja
Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (Barcelos) 
Instituto Politécnico de Coimbra 
Instituto Politécnico da Guarda 
- Instituto Politécnico de Leiria 
- Instituto Politécnico de Portalegre 
- Instituto Politécnico do Porto 
- Universidade do Algarve 
- Universidade de Aveiro 
Universidade de Coimbra 
Universidade de Lisboa


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.