text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Estudante de 11 anos quer arrecadar mil livros com protagonistas negras

      
<p>Cansada de não se identificar com muitos dos <strong><a title=Inspire-se com 10 frases de livros infantis href=https://noticias.universia.com.br/cultura/noticia/2015/10/07/1132142/inspire-10-frases-livros-infantis.html>livros infantis que lia na biblioteca de sua escola</a></strong>, em New Jersey, nos Estados Unidos, a pequena Marley Dias resolveu parar de reclamar e tomar uma atitude.</p><p> </p><blockquote style=text-align: center;>Cadastre-se <span style=text-decoration: underline;><a id=LIVROS class=enlaces_med_leads_formacion title=Cadastre-se aqui para baixar mais de 2 mil livros grátis href=https://livros.universia.com.br/ target=_blank>aqui</a></span> para baixar mais de <strong>2.000 livros grátis</strong></blockquote><p><span style=color: #333333;><strong>Você pode ler também:</strong></span><br/><br/><a style=color: #ff0000; text-decoration: none; text-weight: bold; title=Conheça 3 mitos da Lei de Cotas href=https://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2015/11/18/1133841/conheca-3-mitos-lei-cotas.html>» <strong>Conheça 3 mitos da Lei de Cotas</strong></a><br/><a style=color: #ff0000; text-decoration: none; text-weight: bold; title=Menina de 11 anos memoriza tudo que aprende href=https://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2016/01/26/1135784/menina-11-anos-memoriza-tudo-aprende.html>» <strong>Menina de 11 anos memoriza tudo que aprende</strong></a><br/><a style=color: #ff0000; text-decoration: none; text-weight: bold; title=Todas as notícias de Educação href=https://noticias.universia.com.br/educacao>» <strong>Todas as notícias de Educação</strong></a></p><p> </p><p>Marley, que tem 11 anos, é uma americana negra, filha de jamaicanos. Segundo a estudante, sempre que procurava um livro interessante para ler, quase nunca se identificava com o personagem principal que era, em grande parte das obras infantis disponíveis na biblioteca, um menino branco. Por isso, Marley criou uma campanha, com a ajuda da <strong><a title=Fundação Grass Roots href=https://grassrootscommunityfoundation.org/ target=_blank>Fundação Grass Roots</a></strong>, de valorização da cultura afro, chamada <strong>#1000BlackGirlBooks</strong>, que em português quer dizer<strong> “mil livros de meninas negras”</strong>.</p><p> </p><p> </p><p>Seu objetivo com a campanha é arrecadar mil livros que tenham figuras femininas negras como personagens principais e doá-los para uma escola primária na cidade natal de sua mãe, Saint Mary, na Jamaica. O prazo para a entrega dos livros, estipulado pela própria Marley, se encerra no final de fevereiro, e até o dia 22 de janeiro deste ano, a pequena ativista já tinha conseguido arrecadar mais de<strong> 400 exemplares</strong>.</p><p> </p><p> </p><p>Em um depoimento na internet, a estudante e amante da leitura explicou a motivação do projeto. “Quando você lê um livro e se identifica com um personagem, especialmente o protagonista, você é capaz de aprender lições com ele, já que é parecido com você”, conta Marley, que quer fazer do #1000BlackGirlBooks um projeto anual.</p>
Fonte: Marley Dias é a primeira da foto, da esquerda para a direita | Divulgação/Grass Roots Foundation

Cansada de não se identificar com muitos dos livros infantis que lia na biblioteca de sua escola, em New Jersey, nos Estados Unidos, a pequena Marley Dias resolveu parar de reclamar e tomar uma atitude.

 

Cadastre-se aqui para baixar mais de 2.000 livros grátis

Você pode ler também:

» Conheça 3 mitos da Lei de Cotas
» Menina de 11 anos memoriza tudo que aprende
» Todas as notícias de Educação

 

Marley, que tem 11 anos, é uma americana negra, filha de jamaicanos. Segundo a estudante, sempre que procurava um livro interessante para ler, quase nunca se identificava com o personagem principal que era, em grande parte das obras infantis disponíveis na biblioteca, um menino branco. Por isso, Marley criou uma campanha, com a ajuda da Fundação Grass Roots, de valorização da cultura afro, chamada #1000BlackGirlBooks, que em português quer dizer “mil livros de meninas negras”.

 

 

Seu objetivo com a campanha é arrecadar mil livros que tenham figuras femininas negras como personagens principais e doá-los para uma escola primária na cidade natal de sua mãe, Saint Mary, na Jamaica. O prazo para a entrega dos livros, estipulado pela própria Marley, se encerra no final de fevereiro, e até o dia 22 de janeiro deste ano, a pequena ativista já tinha conseguido arrecadar mais de 400 exemplares.

 

 

Em um depoimento na internet, a estudante e amante da leitura explicou a motivação do projeto. “Quando você lê um livro e se identifica com um personagem, especialmente o protagonista, você é capaz de aprender lições com ele, já que é parecido com você”, conta Marley, que quer fazer do #1000BlackGirlBooks um projeto anual.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.