text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

1º colocado em Direito na Fuvest 2016 dá dicas para vestibulandos

      
Fonte: Universia Brasil

“De segunda a sexta-feira, eu ia para o cursinho de manhã. A partir das 14h eu ficava estudando até às 20h, todos os dias. Normalmente, eu revisava as matérias que eu tinha visto durante a aula e fazia os exercícios que os professores propunham. De resto, eu criava a minha própria rotina de estudos”, contou João Vitor Silva Rodrigues, de 18 anos.

 

Guia de Profissões: confira cursos universitários aqui

 

Você pode ler também:
» “A Fuvest seleciona de verdade”, diz professor
» 5 dicas para arrasar nos estudos em 2016
» Todas as notícias de Educação

 

Estudante da rede pública de ensino, Rodrigues concluiu o terceiro colegial e, em 2015, ingressou no Cursinho Poliedro para buscar o sonho de estudar Direito na Universidade de São Paulo (USP). Com a divulgação da lista de aprovados da Fuvest 2016 na última terça-feira (2), teve a felicidade de ver seu nome no documento e de descobrir que havia ficado em primeiro lugar.

 

Em conversa com a Universia Brasil, Rodrigues afirmou que não esperava por essa colocação. No entanto, tentava passar uma impressão otimista para os colegas e familiares: “Ao longo do ano, por mais inseguranças que eu tivesse, sempre procurei parecer confiante nas minhas palavras. Para os meus amigos eu dizia que ia tirar a Fuvest de letra, mas na verdade dizia para me relaxar”.

 

 

Mediante a experiência que o estudante adquiriu durante os anos de estudo, ele selecionou algumas dicas para ajudar os vestibulandos que sonham em ingressar em algum dos cursos da USP. Confira:

 

1 – Entenda suas fraquezas

Rodrigues acredita que é essencial entender quais as disciplinas que você tem mais dificuldades e, a partir disso, se dedicar ainda mais a elas. Segundo ele, o rendimento em Química e Biologia era muito baixo, mas conseguiu terminar o ano adorando essas aulas. “Acho que quando você passa muito tempo estudando uma matéria que você não gosta, você passa a gostar”, concluiu.

Ele acredita que o fato de ter se dedicado para aquelas que tinha mais dificuldade foi uma grande vantagem. “Eu fui muito bem no segundo dia de provas da segunda fase, porque, depois de tanto estudar, ganhei facilidade com essas matérias”, comentou.

 

2 – Crie uma rotina

Para Rodrigues, é preciso estudar sempre. “Não é bom estudar só quando der mais vontade ou quando você achar que precisa. É importante ter uma rotina contínua, não muito sobrecarregada, para que não te estresse. Além disso, é legal procurar uma forma de tornar o estudo algo prazeroso, não um sofrimento”, afirmou.

Os professores do cursinho foram um grande diferencial para que o rapaz começasse a gostar de fato de estudar. Rodrigues contou que as aulas o motivavam a se dedicar cada vez mais. “Os professores são artistas, eles fazem aulas difíceis ficarem muito divertidas”, explicou.

 

3 – Faça provas de anos anteriores

A prática é o que mais ajuda a entender a lógica da prova. Segundo o estudante, por mais que o candidato também vá realizar a segunda fase de outros vestibulares, é importante estudar pelas provas da Fuvest, para entender o formado proposto por essa avaliação em específico.

 

4 – Tenha uma estratégia

A estratégia de provas do estudante aprovado em Direito foi não realizar todas as questões da mesma disciplina seguidas umas das outras. Na primeira fase, começou a avaliação lendo-a por completo para identificar as perguntas mais complexas. “Eu vi que tinham questões muito difíceis de Matemática e então eu pulei”, contou.

Mais calmo do que na primeira fase do vestibular, usou a mesma estratégia para a próxima etapa de provas. “Na segunda fase, eu vi o número de questões e pensei quanto tempo eu podia usar para cada uma. Eu podia selecionar quais eram mais fáceis, mais difíceis, mas sempre revezava as disciplinas para minha mente não ficar focada em uma só”, compartilhou.

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.