text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Ensino médio segue com desempenho estagnado e não alcança meta do Ideb 2015

      
Fonte: Shutterstock
Nesta quinta-feira (8), o Ministério da Educação (MEC) divulgou o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), referente ao ano de 2015. A boa notícia é que o ensino fundamental 1, que vai do 1º ao 5º ano, superou a meta estipulada pelo governo de 5,2 pontos do indicador, alcançando uma média de 5,5 no Ideb.


Você pode ler também:
»Saeb 2015: alunos do ensino médio têm pior nota em matemática desde 2005
»Mais de 10 milhões de crianças não vão à escola devido a conflitos, aponta UNICEF
» Todas as notícias de Educação

No entanto, o ensino médio segue com seu desempenho estagnado desde 2011, com 3,7 pontos, sendo que a meta estipulada para 2015 era alcançar 4,3 pontos. O ensino fundamental 2, que vai do 6º ao 9º ano, mostrou uma pequena melhora nos resultados, com 4,5 pontos, mas também ficou abaixo da média estipulada de 4,7.

Para que serve o Ideb?

O Ideb é um indicador divulgado a cada dois anos e que oferece dados sobre como está a educação no Brasil. O índice vai de zero a 10 e corresponde a uma série de metas estipuladas pelo governo federal, visando a melhoria das escolas e dos sistemas de ensino.

Para chegar ao resultado, o MEC analisa o desempenho dos alunos em avaliações, como a Prova Brasil/Saeb, que avalia o nível de conhecimento dos estudantes do ensino fundamental e médio em leitura e matemática. Também são verificados os índices de aprovação e reprovação, com base no Censo Escolar da Educação Básica, divulgado anualmente.

Como melhorar o ensino no Brasil

Em coletiva de imprensa em Brasília, o ministro da Educação Mendonça Filho disse que o resultado não é algo que possa ser celebrado e que pedirá urgência na validação do projeto lei que estipula mudanças no ensino médio, nível que apresentou os piores resultados no Ideb 2015. Caso não haja a apreciação ainda neste ano, o ministro irá propor a criação de uma medida provisória.

O Ideb por estado

Praticamente todos os estados brasileiros apresentaram evolução nos resultados do Ideb para o ensino fundamental 1, com exceção do Tocantins, que apesar de ter mantido a mesma média da edição passada (5,1), superou a meta estabelecida pelo MEC (4,9). Para cada uma das unidades federativas foi estipulado um objetivo de nota. Apenas Amapá, Distrito Federal e Rio de Janeiro não conseguiram atingir suas metas.

Em relação ao fundamental 2, cinco estados conseguiram alcançar o o desempenho desejado, Amazonas, Ceará, Goiás e Mato Grosso. Na segmentação por estado, o ensino médio continua apresentando os piores resultados, com apenas Pernambuco e Amazonas tendo cumprido o resultado esperado para 2015.

Melhor Ideb do País

As três escolas com as melhores notas no Ideb 2015 estão localizadas no estado do Ceará, na região nordeste. São elas Emilio Sendim (9,8), em Sobral; Escola de Ensino Fundamental Francisco Severo de Araújo (9,6), em Massapê; e Escola de Ensino Fundamental Francisco Rufino (9,5), em Novo Oriente.

A relação completa dos resultados do Ideb 2015 pode ser consultada no site oficial do Inep, por meio do link https://portal.inep.gov.br/.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.