text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Quer estudar no exterior? Saiba como escolher a universidade!

      
<p><strong>Estudar no exterior é uma experiência única</strong>, e que consiste de uma série de decisões difíceis de fazer. Antes mesmo de ter que lidar com a vida longe de casa, e possivelmente com uma nova língua, você terá que decidir onde quer estudar. Escolher a universidade pode ser divertido para alguns, mas é uma decisão importante e por isso algumas pessoas podem se sentir um pouco desnorteadas. Confira as dicas a seguir para ajudar você a escolher a melhor universidade no exterior para você.</p><p><span style=color: #333333;><strong>Leia também:</strong></span><br/><a href=https://noticias.universia.com.br/tag/notícias-sobre-bolsas-de-estudo/ title=notícias sobre bolsas de estudo>» <strong>Todas as notícias sobre bolsas de estudo</strong></a><br/><a href=https://noticias.universia.com.br/estudar-exterior/noticia/2016/10/04/1144242/estudar-exterior-pouco-dinheiro.html title=Como estudar no exterior com pouco dinheiro>» <strong>Como estudar no exterior com pouco dinheiro</strong></a></p><p><strong>1. Ouça a sua mente e o seu coração</strong><br/> Para tomar essa decisão, você tem que aprender a conciliar o que diz o seu coração e a sua mente, mesmo que eles estejam apontando para direções completamente diferentes. É uma boa ideia começar com o que motiva você a aprender, e o que apaixona você. Depois disso deixe a mente entrar e pense cuidadosamente sobre as vantagens e desvantagens de cada caminho.</p><p><strong>2. Seja honesto consigo mesmo</strong><br/> Não minta para você mesmo, e não deixe que as ideias e sonhos de outras pessoas influenciem a sua decisão. Garanta que estudar no exterior, e na faculdade que você escolheu, é realmente o que você quer. E principalmente, não caia na armadilha de o que você “deve” fazer. Inevitavelmente as coisas que você “tem que” fazer acabam se tornando um fardo e são largadas no meio do caminho.</p><p><strong>3. Pesquise bastante</strong><br/> Conseguir um diploma pode levar de um a quatro anos, e pode sair bem caro. Com certeza vai ser um investimento valoroso e uma experiência única, mas é importante que você saiba dos fatos antes de começar. Busque sites de universidades e fóruns de estudantes para se informar sobre a universidade e descobrir se as suas candidatas são realmente as melhores escolhas para você.</p><p><strong>4. Defina suas exigências</strong><br/> Logo no início decida o que você quer e o que você não quer da sua universidade. Por exemplo, você talvez só tenha interesse em universidades onde a língua falada é o espanhol. Talvez você tenha um orçamento, ou não queira ficar longe demais de casa. Nessa etapa, o melhor é definir alguns guias para a sua pesquisa. Aqui estão alguns exemplos que você pode considerar:</p><p><strong>• Só universidades em certo país ou região do mundo<br/> • Nenhuma universidade grande ou em cidades movimentadas<br/> • Só universidades bem avaliadas por rankings de universidades</strong></p><p>Aplicar esse filtro é particularmente útil se você quer um curso oferecido por muitas instituições. Mas se você se interessa por uma área que já é restrita (como arqueologia marinha), você vai descobrir rapidamente que a peneira já foi passada, e as opções não precisam de mais filtros.</p><p><strong>5. Escolha o que você quer aprender</strong><br/> Essa parte pode ser muito complicada, ou muito simples. Algumas pessoas já sabem desde o início o que elas querem aprender, mas para outros a escolha não é tão óbvia. Se você não sabe o que estudar, tente refletir com essas perguntas:</p><p><strong>• Que matérias eu mais gosto de estudar?<br/> • Que habilidades você ganhou durante os estudos?<br/> • Você quer um trabalho onde algum diploma especifico é necessário?</strong></p><p>Se você já sabe o que quer, ótimo. Essa decisão já elimina várias universidades e possivelmente facilita bastante a sua escolha.</p>
Fonte: Shutterstock

Estudar no exterior é uma experiência única, e que consiste de uma série de decisões difíceis de fazer. Antes mesmo de ter que lidar com a vida longe de casa, e possivelmente com uma nova língua, você terá que decidir onde quer estudar. Escolher a universidade pode ser divertido para alguns, mas é uma decisão importante e por isso algumas pessoas podem se sentir um pouco desnorteadas. Confira as dicas a seguir para ajudar você a escolher a melhor universidade no exterior para você.

Leia também:
» Todas as notícias sobre bolsas de estudo
» Como estudar no exterior com pouco dinheiro

1. Ouça a sua mente e o seu coração
Para tomar essa decisão, você tem que aprender a conciliar o que diz o seu coração e a sua mente, mesmo que eles estejam apontando para direções completamente diferentes. É uma boa ideia começar com o que motiva você a aprender, e o que apaixona você. Depois disso deixe a mente entrar e pense cuidadosamente sobre as vantagens e desvantagens de cada caminho.

2. Seja honesto consigo mesmo
Não minta para você mesmo, e não deixe que as ideias e sonhos de outras pessoas influenciem a sua decisão. Garanta que estudar no exterior, e na faculdade que você escolheu, é realmente o que você quer. E principalmente, não caia na armadilha de o que você “deve” fazer. Inevitavelmente as coisas que você “tem que” fazer acabam se tornando um fardo e são largadas no meio do caminho.

3. Pesquise bastante
Conseguir um diploma pode levar de um a quatro anos, e pode sair bem caro. Com certeza vai ser um investimento valoroso e uma experiência única, mas é importante que você saiba dos fatos antes de começar. Busque sites de universidades e fóruns de estudantes para se informar sobre a universidade e descobrir se as suas candidatas são realmente as melhores escolhas para você.

4. Defina suas exigências
Logo no início decida o que você quer e o que você não quer da sua universidade. Por exemplo, você talvez só tenha interesse em universidades onde a língua falada é o espanhol. Talvez você tenha um orçamento, ou não queira ficar longe demais de casa. Nessa etapa, o melhor é definir alguns guias para a sua pesquisa. Aqui estão alguns exemplos que você pode considerar:

• Só universidades em certo país ou região do mundo
• Nenhuma universidade grande ou em cidades movimentadas
• Só universidades bem avaliadas por rankings de universidades

Aplicar esse filtro é particularmente útil se você quer um curso oferecido por muitas instituições. Mas se você se interessa por uma área que já é restrita (como arqueologia marinha), você vai descobrir rapidamente que a peneira já foi passada, e as opções não precisam de mais filtros.

5. Escolha o que você quer aprender
Essa parte pode ser muito complicada, ou muito simples. Algumas pessoas já sabem desde o início o que elas querem aprender, mas para outros a escolha não é tão óbvia. Se você não sabe o que estudar, tente refletir com essas perguntas:

• Que matérias eu mais gosto de estudar?
• Que habilidades você ganhou durante os estudos?
• Você quer um trabalho onde algum diploma especifico é necessário?

Se você já sabe o que quer, ótimo. Essa decisão já elimina várias universidades e possivelmente facilita bastante a sua escolha.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.