text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Empreender na faculdade: contratar amigos é uma boa ideia (com cuidados)

      
Empreender na faculdade: contratar amigos é uma boa ideia (com cuidados)
Empreender na faculdade: contratar amigos é uma boa ideia (com cuidados)  |  Fonte: Shutterstock

Ao começar um negócio, muitas pessoas veem a presença de amigos dentro da empresa como algo positivo. São pessoas que você conhece, logo, é um caminho lógico confiar a eles também na hora de empreender.

Leia também:
» Todas as notícias sobre empreendedorismo universitário
» Conheça as desvantagens de abrir uma sociedade com amigos ou familiares

As relações pessoais, inclusive, muitas vezes se misturam com as profissionais. Famílias e casais também podem trabalhar juntos e não há nada de errado com isso - muitas vezes, os resultados são extremamente positivos. Logo, a questão não se resume em qual é a relação com quem você está contratando, mas sim quem.

Nem todos os amigos dão certo como empregados, e há pontos a serem considerados antes de se oferecer uma vaga a eles. Elaboramos alguns deles para ajudar na hora de você tomar uma decisão. Confira a seguir:

SIGAM-ME OS BONS

Sempre que se fala em sucesso, caímos no capital humano e não é à toa. Já está muito claro no meio empreendedor que, para se dar bem, é preciso ter pessoas boas trabalhando com você. Um ótimo profissional equivale a vários que são apenas bons, tal conceito deve ser aplicado em todas as contratações, sejam elas de desconhecidos, família ou amigos. Pense que, nessa situação, o foco não é o relacionamento pessoal, mas sim a obtenção de resultados para a empresa. Uma pessoa boa é boa independentemente do laço que você possua com ela. Vise gente que goste do que faz e que trabalhe duro para ajudá-lo a alcançar as metas da companhia.

A CHAVE ESTÁ NA COMUNICAÇÃO

Um dos principais alicerces para uma boa relação é a confiança. Não há como trabalhar em conjunto com alguém no qual você não confia. A comunicação é o canal para que exista uma relação mútua e recíproca. Caso você decida contratar um amigo, faça questão de deixar claro tudo o que se espera dele, principalmente em relação a produtividade, metas e as filosofias vigentes na empresa. É preciso existir respeito e compreensão de ambas as partes e nada disso se obtém sem conversar. Mantenha-se ciente do que está acontecendo ao seu redor, marque reuniões para debater o que está acontecendo e chame a sua equipe para trabalhar com você de fato, dividindo objetivos e também preocupações. Estar presente e fazer com que as pessoas saibam disso é crucial.

TRABALHO E DIVERSÃO PODEM DAR AS MÃOS

Uma das grandes vantagens de ter um amigo no seu ambiente de trabalho é a sensação de alguém em quem você gosta e confia estar ao seu lado também como parceiro profissional. Apesar de muitas empresas ainda pensarem assim, você não precisa delimitar uma divisão clara entre o pessoal e o profissional - ambos podem conviver sem se prejudicar. A premissa de contratar um amigo para atuar com você em algo que você ama é também estreitar essa relação, ampliando e melhorando essa parceria e não a separando. “Amigos, amigos, negócios à parte” é uma ideia ultrapassada, aproveite esses laços e use-os a seu favor tanto no âmbito profissional quanto no pessoal.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.