text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Empreendedorismo na universidade: os segredos para elaborar um bom plano de negócios

      
Um bom plano de negócio é uma peça chave e também um guia do que fazer
Um bom plano de negócio é uma peça chave e também um guia do que fazer  |  Fonte: Shutterstock

Se existe uma coisa que pode fazer toda a diferença na hora de empreender é um plano de negócios. Pode parecer algo tradicionalista, mas um bom plano é uma peça chave e também um guia do que fazer.

Leia também:
» Como consolidar uma boa ideia em seus negócios
» "Universitários: existe algo mais importante que um plano de negócio"
» Todas as notícias sobre empreendedorismo universitário

Geralmente, as dúvidas ficam concentradas em questões como fazê-lo e, principalmente, o que ele precisa conter? Seja você é alguém com uma experiência no mundo do empreendedorismo ou uma pessoa com uma caneta na mão e uma ideia na cabeça, tenha em mente que é quase impossível levantar capital sem um plano de negócios.

Antes de mais nada, conheça o seu consumidor. É ele que vai servir como guia para o seu plano, afinal, é esse público que determinará o sucesso ou não da sua empreitada. Tenha claro quem é o seu alvo. Feito isso, estabeleça uma série de perguntas relacionadas a ele como, por exemplo, o que falta para o produtor atender totalmente às expectativas de seus clientes, qual seria o produto ideal, como eles escolhem entre a concorrência e como eles percebem necessidades não satisfeitas. Saia do plano figurado e entreviste ao menos 20 consumidores em potencial para dar mais credibilidade a sua análise.

Mais do que tudo, é fundamental que você esteja preparado. Pense no seguinte cenário: você entra em um elevador e lá está um possível investidor. Você tem apenas minutos para chamar a atenção dele, o que você faz? Utilize-se de um sumário mental que conduza a conversa de maneira a informar, antecipar e responder perguntas como: qual a missão da sua empresa? O que é importante para você? Por que você acha que pode fazer dinheiro com tal missão? Quanto você precisa? Qual retorno eu terei se investir? Antecipe-se e informe.

Não adianta responder a todas essas perguntas se você não tiver uma boa ideia do que é o seu negócio e como é o seu produto, afinal, caso o investidor se interesse, ele vai precisar de mais detalhes. Foque-se em descrever a missão, a qual, a essa altura, ele já vai saber, e detalhes do produto que você tem em mente. Pense também em atributos que podem melhorar o seu produto com o intuito de torná-lo mais atraente do que os seus competidores.

Conhecendo o seu produto, saiba o seu mercado. Determine quais são os grupos que podem se tornar consumidores e que virão a ser alvos. Tenha em mãos as respostas dos seus clientes potenciais, pois, isso diz muito dos motivos de você ter escolhido tal mercado, além de indicar sua taxa de crescimento, o que o impulsiona e as margens de lucro.

Sabendo tudo sobre o seu produto e seus alvos, foque em ganhar participação no mercado. Nesse ponto, você vai condensar o que já falou e expor, por exemplo, o que um consumidor pensa na hora de escolher entre os seus concorrentes. Isso também aponta se esses clientes se empenham na busca por opções, antecipando também como o seu próprio produto se comportará no mercado. Isso deve contar também com metas para conquistar a sua parte e as maneiras que a sua empresa irá alcançá-las.

Nada acontece sem um time, logo, o passo seguinte no seu plano de negócios envolve justamente quem é a sua equipe. Baseie-se em si mesmo antes de tudo. Caso você não tenha muita experiência em empreendedorismo, o possível investidor procurará por um time nada menos do que vencedor. Esse é o momento de relacionar quem o integra e destacar qualidade, sejam elas ligadas a experiências, acadêmicas ou pessoais.

Dados todos os passos anteriores, chegamos a um dos mais fundamentais – e que podem gerar ou não a confiança do seu investidor – a sua previsão de caixa. Você precisa deixar claro, e isso de maneira extremamente detalhada, o quanto de capital será necessário para alcançar suas primeiras metas. Seja realista e esteja pronto para enfrentar questões como “por que você me escolheu” ou “como você soube disso”.

Mais do que tudo, um bom plano de negócios está baseado em clareza, conhecimento e no quão bem você conhece a sua área, o seu público e o seu produto. Mantenha-se confiante, esteja pronto para todas as dúvidas possíveis e mostre que você realmente entende o que está fazendo.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.