text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Descubra técnicas simples para melhorar a sua escrita

      

Às vezes, escrever uma redação ou artigo pode se transformar em uma tarefa mais difícil do que elaborar um livro todo de ficção. Problemas para desenvolver a ideia, dificuldades para achar o tom certo a ser usado no texto e truncamentos com o tema são algumas das pedras no caminho que quem está produzindo algo nessa linha pode encontrar. Porém, isso não precisa ser um bicho de sete cabeças! Algumas dicas simples podem facilitar na hora de escrever.

Leia também:
» Confira 3 dicas do Twitter que podem te ensinar a escrever melhor
» "10 dicas para quem quer escrever textos mais interessantes"

Antes de tudo, faça um rascunho. Nem que sejam apenas ideias jogadas no papel. Escreva tudo o que você achar necessário e, então, leia. É aí que começa a auto edição e é ela que vai te ajudar a desenvolver todo o resto do processo. Organize-se e siga as dicas abaixo para descomplicar essa tarefa que, às vezes, pode ser bem árdua.

DIRETO AO PONTO: muitas vezes, ao escrever, colocamos o primeiro parágrafo como uma maneira de fazer explicações desnecessárias sobre o tema, o famoso “encher linguiça”. Faça um teste e corte-o, iniciando o texto a partir do segundo – em geral, aquele mais objetivo, que mostra ao leitor a que veio. O objetivo aqui é começar com algo convincente, que atraia a atenção e faça com que a pessoa leia tudo até o final.

SEM PONTAS ABERTAS: assim como é importante ter uma boa introdução, também é necessário que a conclusão seja satisfatória. Afinal, é ela a responsável de deixar uma impressão no leitor sobre o que foi lido e também o que ele vai mais lembrar. Não se esqueça que muitas pessoas leem “pulando”, logo, certifique-se que o que é importante esteja no começo do parágrafo, deixando o desenvolvimento para o restante.

LEIA EM VOZ ALTA: e, se possível, para outa pessoa. Isso ajuda a detectar erros ou problemas no texto que dificilmente são percebidos quando lemos em silêncio. É um bom método para também testar a clareza das suas ideias. Veja isso como um filtro para separar o que funciona do que não está dando certo. Se a inspiração estiver em falta, elabore tópicos com frases simples que servirão de guia para o desenrolar do texto.

NÃO TENHA MEDO DE DESCREVER: mas tome cuidado com os clichês. Textos mais descritivos podem ser desafiadores, mas também são uma boa oportunidade de aperfeiçoar o seu vocabulário. Os melhores textos mexem com os sentidos, fazem o leitor vivenciar o que está sendo contado e sentir como se fosse com ele próprio, logo, busque palavras que transmitam o sentimento que você quer passar.

UMA IMAGEM VALE MAIS DO QUE MIL PALAVRAS: uma premissa antiga, porém, verdadeira e totalmente facilitada pela era digital. Insira elementos visuais ao longo do seu texto, especialmente se o destino final dele for em algum blog ou rede social, aqui também vale vídeos, gifs e textos destacados. Isso quebra a leitura de maneira positiva, atraindo a atenção do leitor e fazendo com que aumentem as chances de ele ler tudo.

CLAREZA É FUNDAMENTAL: muitas vezes, queremos mostrar o nosso conhecimento sobre determinada área utilizando jargões ou palavras muito difíceis, fuja disso! Pense que o seu público pode ser variado e quer compreender o que está lendo, logo, seja claro.

CHEQUE, SEMPRE: não há nada pior do que publicar ou entregar um texto e descobrir que alguma informação estava errada. Então, antes de enviá-lo rumo ao seu destino final, revise. Uma, duas, cinco vezes. Tenha certeza de que aquilo que está escrito condiz com a realidade. Pode ser trabalhoso, mas melhor evitar dores de cabeça futuras, não é?


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.