text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Tirar um ano de folga depois do ensino médio: será que é uma boa ideia?

      
Será que o famoso gap year realmente é uma boa?
Será que o famoso gap year realmente é uma boa?  |  Fonte: Shutterstock

Já pensou em tirar um ano de folga depois do ensino médio? A prática é comum entre estudantes pelo mundo inteiro, e é amplamente reconhecida como uma experiência excelente para quem precisa achar a direção na vida. Mas cuidado: o ano de folga tem sim os seus aspectos negativos. Leia as vantagens e riscos de tirar um ano de folga e decida se essa realmente é a escolha certa para você.

Leia também:
» Todas as notícias sobre educação
» 9 poderosas formas de se motivar agora

Quando o ano de folga ajuda
Um ano de folga deve vir com um objetivo claro, seja reunir algum dinheiro para pagar os seus estudos, ganhar experiência no seu possível campo de trabalho, ou viajar e conhecer novas perspectivas de vida. O segredo para um ano de folga bem-sucedido é que ele seja voltado para explorar alguma coisa. Isso pode significar o que você quiser, desde que agregue valor para o seu futuro.

Quem opta por investir na carreira nesse ano de folga, normalmente é capaz de escolher a sua universidade com muito mais calma e confiança, e se forma para construir uma carreira mais feliz do que quem caiu direto do ensino médio para um curso superior. Se você e sua família vão sentir o impacto dos custos de uma universidade, passar um ano reunindo dinheiro pode facilitar a sua trajetória acadêmica, trazendo maior estabilidade financeira.

Já para os indecisos, viajar pode ser a mudança de ares necessária para ajudar você a chegar a uma decisão. Conhecer pessoas e culturas diferentes abre os seus horizontes e permite que você entenda melhor o que é uma boa carreira para você.

Quando o ano de folga atrapalha
O problema é quando um ano de folga vira um ano dedicado à arte de fazer nada. E isso abre o risco de que ele nunca acabe, e acabe virando dois, três, quatro anos em que a pessoa nem viaja, nem investe no seu futuro e acaba nunca saindo do lugar. Um ano de folga não deve ser um ano de assistir televisão, jogar videogame e ir para a balada.

Antes do ano começar é vital que você tenha um plano do que vai fazer com ele. Veja o que é possível fazer com o dinheiro e os recursos que você tem disponível e não deixe que o ano de folga se torne um frustrante ano desperdiçado. Não têm problema se depois do fim do ano você tenha refletido e tomado a decisão de que o caminho da sua vida não envolve uma universidade, mas é vital que essa reflexão tenha sido feita, e não que você caia em um trabalho qualquer porque a inercia levou você até lá.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.