text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

A hora do feedback: como manter a calma e tirar o melhor da situação

      
A hora do feedback: como manter a calma e tirar o melhor da situação
A hora do feedback: como manter a calma e tirar o melhor da situação  |  Fonte: Shutterstock

Se existe um momento muito temido dentro das empresas, ele é a hora do feedback. É com ele que você vai saber se tem atingido as expectativas, se há pontos a melhorar e o que esperam do seu trabalho no ano que vem. Apesar de difícil, é possível manter a calma e tirar o melhor proveito da situação. Nós contamos como.

Uma coisa é fato: dar um feedback é tão difícil quanto receber. Colocar-se em uma posição de crítico e avaliador nunca é fácil, porém, é necessário. Nessa hora, o ambiente pode fazer toda a diferença. Um local livre de interrupções e discreto é a melhor opção. Lembre-se: o foco é dar conselhos construtivos e apontar questões a serem melhoradas, não fazer com que o outro se sinta incapaz ou inferior.

Não é fácil ouvir críticas ou sugestões sobre o seu trabalho, mas você deve manter a mente aberta. Evite entrar em uma postura defensiva e, se for preciso interromper a avaliação, faça-o de modo educado. O momento do feedback não pode servir como gatilho para constatações ou argumentações acaloradas. Você pode sim defender um ponto de vista quando achar necessário, mas sempre com cuidado e atenção.

Não deixe dúvidas e nem omita perguntas. Se há algo que você não entendeu ou não sabe, questione. Essa é uma hora de trocas, de saber como melhorar e o que precisa melhorar, de expor a sua versão da história. Esteja certo de que, ao sair do feedback, todos os pontos tenham sido discutidos e esclarecidos devidamente.

É difícil, mas tente não levar para o lado pessoal. As críticas são para a construção do seu trabalho, de quem você é como profissional. É válido fazer um exercício antes da reunião questionando se há algo que você mesmo acha que deve melhorar e se há pontos a serem abordados. Ter essa autocrítica ajuda muito na hora de ouvir o que o seu gestor tem a dizer.

Lembre-se: uma crítica negativa não faz de você um mau profissional ou do seu trabalho algo ruim. São apenas questões a serem desenvolvidas. Confie na sua capacidade e saiba utilizar o que foi apontado para melhorar e, no ano seguinte, receber críticas positivas a respeito.

Veja mais sobre emprego, carreira e dicas sobre o tema

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.