text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Você é viciado em trabalho? Veja como isso pode prejudicar a sua saúde e saiba como mudar

      
Você é viciado em trabalho? Veja como isso pode prejudicar a sua saúde e saiba como mudar
Você é viciado em trabalho? Veja como isso pode prejudicar a sua saúde e saiba como mudar  |  Fonte: Shutterstock

Trabalhar é importante. Seja por questões financeiras ou satisfação pessoal, é preciso ter uma função, porém, ela não pode se tornar o centro da sua vida. Pessoas viciadas em trabalho – ou workaholics – podem prejudicar a própria saúde, você sabia? Descubra como mudar esse hábito e ter sucesso de modo mais saudável.

Ter um bom desempenho e atingir metas são objetivos comuns dentro das empresas. Dedicar-se a um projeto por mais horas do que o normal vez ou outra também. O problema é quando isso se torna frequente e, pior, você passa a adotar termos como “workaholic” como elogio. Gerando desde pequenos problemas até à morte, o excesso de trabalho é perigoso e precisa de atenção.

Recentemente, um estudo realizado pelo governo japonês comprovou que um quinto da mão de obra do país corre risco de morrer por excesso de trabalho. Outro estudo, feito pela Universidade da Geórgia, nos EUA, mostrou que, ao contrário do que se pensa, quem é workaholic é menos produtivo. E o motivo pode estar no próprio organismo.

Transtornos como ansiedade e depressão estão altamente ligados ao excesso de trabalho. Estresse e cansaço extremo também. Isso, claro, tende a diminuir a produtividade, além de gerar conflitos no âmbito pessoal. O grande problema é que muitas das pessoas viciadas em trabalho não admitem que isso é negativo e tendem a tomar como algo positivo. Esse é o engano. Trabalhar demais não traz muitos mais benefícios do que trabalho no período normal.

Se você sempre está pensando em conseguir mais tempo para trabalhar, fica estressado se não consegue e abre mão de hobbies pelo trabalho, é hora de ligar o alerta vermelho. Avalie a sua postura, veja quantas vezes e há quanto tempo você vem fazendo isso e admita para si mesmo que algo pode estar muito errado.

O primeiro passo é buscar auxílio psicológico. No geral, o vício pelo trabalho tem raízes em outros problemas e pode ser apenas o sintoma de algo maior. Em segundo, busque algo que você realmente goste, que te dê mais prazer do que o trabalho ou que ao menos costumava dar. Coloque como meta fazer algo por isso ao menos duas vezes por semana e vá evoluindo gradativamente. A ideia é mostrar a si mesmo que é possível equilibrar trabalho e lazer.

Trabalhar é importante, mas descansar, ter hobbies e dedicar seu tempo fora do trabalho para outras coisas também é. Aproxime-se de amigos e familiares, ouça realmente o que eles têm a ouvir e, sempre que o trabalho vier à mente, lembre-se: não há nada lá que não possa esperar o dia seguinte.

Veja mais sobre emprego, carreira e dicas sobre o tema.

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.